Museu das Minas e do Metal tem novo administrador

O governo de Minas anuncia que o grupo Gerdau passou a ser parceiro do Circuito Cultural Praça da Liberdade, e a partir de 1º de dezembro assume a gestão do museu. Estão previstas melhorias no prédio histórico e novidades na museografia

por Agência Minas 20/11/2013 12:09

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Omar Freire/Imprensa MG/Divulgação
Antonio Anastasia assina o termo que concede a gestão do museu ao grupo Gerdau (foto: Omar Freire/Imprensa MG/Divulgação)
O governador Antonio Anastasia assinou um convênio com a Gerdau, para transformá-la na nova mantenedora do Museu das Minas e do Metal (MMM), a partir de 1º de dezembro de 2013. Inaugurado em março de 2010, o museu foi um dos primeiros espaços entregues no Circuito Cultural Praça da Liberdade e já recebeu, desde essa data, cerca de 210 mil visitantes.

Para o governador de Minas, a parceria com a Gerdau garante a continuidade e o fortalecimento de um dos mais importantes complexos culturais do país, o Circuito Cultural Praça da Liberdade, que será importante atrativo para os turistas que virão assistir à Copa do Mundo no próximo ano.

“É muito importante que tenhamos o setor privado presente na gestão desses espaços culturais. Creio que o investimento será muito positivo e tenho certeza que essa parceria vai permitir a consolidação desse imenso circuito. Quando estiver concluído, teremos aqui o maior centro cultural do Brasil e, quem sabe, da América Latina, para que o talento das Minas Gerais fique sempre exposto”, diz Anastasia.

Desde o início do ano, a Gerdau já vinha estudando possibilidades de participar do Circuito Cultural Praça da Liberdade. Com o término do convênio de parceria firmado com o Grupo EBX, a empresa manifestou o interesse ao governo de Minas em assumir a manutenção do MMM.

O vice-presidente executivo da Gerdau, Manoel Vitor de Mendonça Filho, afirma que, ao longo de mais de 112 anos, a empresa sempre pautou suas atividades e seus princípios no desenvolvimento sustentável e na responsabilidade social. Segundo ele, neste projeto para o Museu das Minas e do Metal, a empresa espera investir cerca de R$ 11,5 milhões nos próximos cinco anos de gestão.

Rodrigo Clemente/D.A Press
O MMM tem 6 mil m², com 18 salas e 44 atrações (foto: Rodrigo Clemente/D.A Press)
“Nossa relação com o Estado é de muita confiança e transparência. Temos em Minas um dos maiores investimentos da história da companhia, e em todos os locais em que estamos presentes, buscamos zelar pela atuação ética e responsável, que nos abre caminho para os mais de cem projetos sociais que conduzimos no Estado. Acreditamos, portanto, que nossa participação no Museu das Minas e do Metal representa uma ampliação dessa contribuição, além de ser uma oportunidade de fortalecer e incentivar a valorização do rico patrimônio que temos aqui no nosso Estado”, diz Manoel.

Uma das novidades da nova gestão do museu será a entrada que, a partir de 1º de dezembro, passa a ser gratuita. Para 2014, estão previstas melhorias na estrutura física do prédio histórico e novidades na museografia.

O museu      

Projetado em 1895 por José de Magalhães e inaugurado em 1897 para abrigar a Secretaria do Interior do Estado, o edifício também foi sede da secretaria de estado de Educação e é tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais. O projeto de ampliação e adequação do edifício para receber o acervo do MMM – com área de 6 mil metros quadrados – é do arquiteto Paulo Mendes da Rocha, e a museografia é assinada por Marcelo Dantas.

Com 18 salas e 44 atrações, o Museu das Minas e do Metal abriga um importante acervo sobre mineração e metalurgia e marca a relação entre a história e a cultura de Minas com suas riquezas naturais. Recursos tecnológicos são usados para destacar, de forma lúdica e interativa, a importância dos metais e minerais no cotidiano das pessoas. Ao longo da visita, o frequentador se surpreende com a descoberta de novos conteúdos. Além disso, o MMM é espaço para uma intensa programação cultural, com palestras, seminários, sessões de cinema, saraus de poesia e atividades infantis.

Últimas notícias

Comentários