Filmes de Rithy Panh no Palácio das Artes

por Da redação com assessorias 06/01/2014 13:49

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Crédito  Institut National de l'Audiovisuel (INA)/Divulgação
Cena do filme Site 2, integrante da mostra (foto: Crédito Institut National de l'Audiovisuel (INA)/Divulgação)
O Cine Humberto Mauro, no Palácio das Artes, recebe a mostra As Imagens que Faltam, do premiado cineasta cambojano Rithy Panh. Ele é sobrevivente do genocídio que matou dois dos sete milhões de habitantes do Camboja, entre 1975 e 1979, período em que o país esteve sob controle do totalitário regime do Khmer Vermelho.
 
Serão exibidos doze filmes de Panh, em retrospectiva composta por seus principais trabalhos. As exibições vão desde Site 2, sua primeira película, produzida no ano de 1998, até sua última produção, A Imagem que Falta, premiada no Festival de Cannes 2013.

Confira a programação:

Data: 15/01

  • 17h - Os artistas do teatro queimado (Les artistes duthéâtre brûlé, França e Camboja, 2005) (12 anos)
  • 19h - Papel não embrulha brasas (Le papier ne peutpas envelloper la braise, França, 2007) (16 anos)
  • 21h - Uma barragem contra o pacífico (Un barragecontre le Pacifique, França, Camboja e Bélgica, 2008) (12 anos)

Data: 16/01

  • 19h30 - Duch, o mestre dasforjas do inferno (Duch, lemaître des forges de l’enfer, França e Camboja, 2011) (12 anos)
  • 21h30 - A Imagem que Falta (L’image manquante, França e Camboja, 2013) (14 anos)

Data: 17/01

  • 17h - Papel não embrulha brasas (Le papier ne peutpas envelloper la braise, França, 2007) (16 anos)
  • 19h - Uma noite após a guerra (Un soir après laguerre, França e Camboja, 1998) (16 anos)
  • 21h - Site 2 (França e Alemanha Ocidental, 1989) (16 anos)

Data: 18/01

  • 16h - S-21, a máquina de morte do Khmer Vermelho (S-21, La machine de mort Khmer Rouge, França e Camboja, 2003) (16 anos)
  • 18h - A Imagem que Falta (L’image manquante, França e Camboja, 2013) (14 anos)
  • 20h - Debate: Anita Leandro (professora e pesquisadora – UFRJ) e Mateus Araújo (ensaísta, tradutor e pós-doutorando em cinema pela ECA-USP/FAPESP) - Mediador: Luís Felipe Flores (crítico de cinema, pesquisador e curador da mostra)

Data: 19/01

  • 16h - Bophana, uma tragédia cambojana (Bophana, une tragédiecambodgienne, França 1996) (14 anos)
  • 18h - Duch, o mestre dasforjas do inferno (Duch, lemaître des forges de l’enfer, França e Camboja, 2011) (12 anos)
  • 20h - Os artistas do teatro queimado (Les artistes duthéâtre brûlé, França e Camboja, 2005) (12 anos)

Data: 20/01

  • 17h - Uma barragem contra o pacífico (Un barragecontre le Pacifique, França, Camboja e Bélgica, 2008) (12 anos)
  • 19h - A terra das almas errantes (La terre dês âmes errantes, França, 2000) (16 anos)
  • 21h - Pelos campos de arroz (Les gens de la rizière, França e Alemanha, 1994) (12 anos)

Data: 21/01

  • 17h - Site 2 (França e Alemanha Ocidental, 1989) (16 anos)
  • 19h - S-21, a máquina de morte do Khmer Vermelho (S-21, La machine de mort Khmer Rouge, França e Camboja, 2003) (16 anos)
  • 21h - Palestra: Luís Felipe Flores (pesquisador e crítico de cinema)

Data: 22/01

  • 17h - Pelos campos de arroz (Les gens de la rizière, França e Alemanha, 1994) (12 anos)
  • 19h15 - Uma noite após a guerra (Un soir après laguerre, França e Camboja, 1998) (16 anos)
  • 21h15 - A Imagem que Falta (L’image manquante, França e Camboja, 2013) (14 anos)
 
Onde: Cine Humberto Mauro
Endereço: av. Afonso Pena 1537, Centro, Belo Horizonte
Data: até 22/1
Entrada gratuita
Informações: (31) 3236-7400

Últimas notícias

Comentários