Dos tablados para a Sapucaí

Ex-BBB mineira, Marien Carretero, participante da edição 2013 do reality show, dá turbinada no corpo e se prepara para desfilar como musa da escola de samba carioca Império Serrano

por Daniela Costa 28/02/2014 17:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
(foto: Divulgação)
Com uma tatuagem que diz "dentro de mim cabem todos os sonhos", a ex-BBB Marien dos Reis y Carretero, mineira de 26 anos, tem muita história para contar e muitos sonhos para realizar. Um deles, sua estreia no posto de musa da tradicional escola de samba carioca Império Serrano, que está no grupo de acesso, neste carnaval. Para fazer jus à passarela, a dançarina abriu mão das guloseimas e se entregou às refeições mais leves. Além de queimar calorias praticando MMA. “Eu estava com o pé quebrado e agora estou correndo atrás do prejuízo”, diz. Para valorizar ainda mais o corpão, a mineira também turbinou os seios com 215 ml de silicone. “Na verdade já tenho silicone há oito anos, só dei um upgrade”.  

Modesta, garante que o assédio masculino não aumentou após a fama e diz que prefere homens discretos. “Não tenho opinião formada sobre a diferença entre homens mineiros, cariocas ou paulistas. Mas percebo que ainda tem muita gente que não sabe o que quer”. Sobre o affair com o ator Thiago Rodrigues, é categórica: “Dois jovens que se conheceram e se curtiram. Nada mais”.Solteira, ela revela que já teve dois relacionamentos sérios, um por três anos e outro por cinco, mas que agora o coraçãozinho está livre. “No momento certo as coisas acontecem”.

A bailarina, que já foi professora de academia de dança e também trabalhou com eventos, sempre teve o sonho de se tornar atriz. E promete continuar lutando para alcançá-lo. “Foi por isso que aceitei o convite para o BBB. Era uma oportunidade única de ir para o Rio e batalhar pelos meus sonhos”. Algum arrependimento? Nenhum. “Venci o medo que senti ao entrar naquele universo estranho, onde nossa exposição é assustadora”. Mas o que mais a incomodou no reality show Big Brother Brasil foi a convivência. “Não é fácil conviver diariamente, sobre pressão, com pessoas que não temos a mínima intimidade. É muito punk”. Questionada sobre as paqueras na casa, não pestaneja: “Não me interessei por ninguém e acho que foi recíproco”.

Divulgação
(foto: Divulgação)
A mineira, que ficou apenas 36 dias na casa, saiu no 5º paredão e garante que foi o tempo ideal. “Na edição em que participei as pessoas eram muito diferentes de mim e acabei me fechando um pouco. Por isso acho que saí na hora certa”. Quando retornou para o mundo real, as emoções estavam a mil por hora. “Foi louco ver que eu tinha fãs torcendo por mim, rever meus amigos e, principalmente, minha família. Foi emocionante”. Além da experiência, o BBB também trouxe outros benefícios à bailarina. “Tive acesso a muita gente bacana e mais oportunidade de estudo e trabalho”.

Além da torcida pelo Atlético Mineiro – seu time de coração – Marien também torce para que a amiga Franciele Almeida vença o BBB14. Enquanto isso, sempre que vem à capital mineira – atualmente mora no RJ –, saboreia aquele picadinho de carne feito em casa e curte as baladas da Cinco, Deputamadre e as delícias do Kei e Sakaná. “Quem sabe a gente não se esbarra por aí?”, brinca ela.

Divulgação
(foto: Divulgação)

Últimas notícias

Comentários