Jornada nas Estrelas completa 35 anos

Filme do diretor Robert Wise conquistou uma legião de fãs ao redor do mundo e previu inovações tecnológicas

por Marcelo Fraga 15/11/2014 09:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
Equipe original do filme Jornada nas Estrelas, com o ator William Shatner, o capitão Kirk, ao centro, sentado em sua ponte de comando (foto: Divulgação)
Em 1979, era lançado um dos filmes de ficção científica mais famosos da história do cinema: Jornada nas Estrelas, ou Star Trek (nome original, em inglês). A produção lançou personagens como Spock, que, com suas orelhas de pontas finas, até hoje está presente na cultura pop. Com um orçamento orignal de US$ 35 milhões, o filme narra a história da tripulação da espaçonave U.S.S Enterprise, liderada pelo comandante T.Kirk –– interpretado pelo ator William Shatner ––, que tem como missão principal, evitar que um fenômeno alienígena destrua o planeta Terra.

Além dos personagens icônicos, Jornada nas Estrelas também fez previsões sobre algumas tecnologias que utilizamos atualmente, como telefones celulares e tablets. Na história criada por Robert Wise, a comunicação entre os personagens era feita por rádio-comunicadores que, mais tarde, inspiraram o famoso Star TAC, aparelho celular desenvolvido pela Motorola no fim dos anos 1990.  Para a crítica de cinema Ana Clara Matta, do site Ovo de Fantasma, Jornada nas Estrelas é o exemplo mais puro de ficção científica já visto na história do cinema. "Ao contrário de outros filmes, Star Trek não foi inspirado em produções cinematográficas, mas sim,  em revistas americanas de contos espaciais. É uma reverência à arte do cinema", explica.

Quanto à importância do filme para a cinematografia mundial, Ana Clara Matta diz que Jornada nas Estrelas deixou um legado: "Na narrativa, os personagens exploram o espaço sideral e têm o desafio de chegar a locais jamais explorados pela humanidade. Somente após Star Trek é que outros filmes criaram essa ideia de espaço aberto". Um exemplo atual desse legado, ainda de acordo com a especialista em cinema, é o filme Guardiões da Galáxia, lançado este ano, e que traz o ator Chris Pratt como protagonista.

Outro fator que levou Jornada nas Estrelas ao sucesso é a legião de fãs conquistados ao longo dos anos. Segundo Ana Clara Matta, os chamados "trekkers" são a base de admiradores mais sólida que um filme conseguiu até hoje, superando inclusive fenômenos de bilheteria, como a franquia Harry Potter. "Enquanto existirem os trekkers, o aniversário de Star Trek será sempre lembrado", completa.

Últimas notícias

Comentários