"Ixé anhe'eng" português, e você?

Essa expressão em tupi, língua que foi amplamente usada pelos índios na época do Brasil colônia, significa "eu falo". Saiba como o idioma nativo de nosso país influenciou a língua portuguesa por aqui

11/12/2014 11:25

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Edilson Rodrigues/CB/D.A Press
Os índios brasileiros falavam tupi quando éramos colônia, e deixaram muitas contribuições para o português do Brasil, como as palavras Iguaçu, Pindamonhangaba e cutucar (foto: Edilson Rodrigues/CB/D.A Press)
A língua usada no dia a dia no Brasil recebeu grande influência do idioma tupi, amplamente falado no país quando os primeiros portugueses chegaram no século XVI. Essa língua indígena antiga foi, durante as primeiras décadas de ocupação portuguesa, a principal forma de comunicação entre índios, europeus e uma geração de brasileiros mestiços que começava a povoar o território nacional.

Com o passar do tempo, o tupi antigo evoluiu para outras línguas, como o nheengatu (ou língua geral amazônica, falada até hoje), mas acabou perdendo importância a partir de meados do século XVIII, quando o então primeiro-ministro português, Marquês de Pombal, proibiu o uso e o ensino do tupi no Brasil e decretou o português como língua oficial.

O objetivo de Pombal era enfraquecer a Igreja Católica e os jesuítas, que utilizavam a língua indígena para se aproximar e catequizar os nativos brasileiros. Com a proibição, o tupi desapareceu como idioma funcional (sobrevivendo apenas como a variação nheengatu na Amazônia).

Apesar disso, a língua se manteve viva, principalmente, por meio de palavras do português falado no Brasil. Segundo o filólogo Evanildo Bechara, organizador do dicionário da Academia Brasileira de Letras, é difícil dizer quantos verbetes do português são originárias do tupi. "Nos dicionários, há palavras que não são mais usadas e há algumas até que só têm um uso em determinada região", diz.

De acordo com Bechara, a contribuição do tupi se deu principalmente no vocabulário, já que não houve influências importantes na gramática do português (na pronúncia, na fonética ou na sintaxe). "Desde cedo, a língua portuguesa entrou em contato com essas línguas [indígenas]. Então é natural que, do ponto de vista do vocabulário, os portugueses tenham encontrado nomes de plantas e animais que não eram conhecidos [até então]. O vocabulário da língua portuguesa está repleto de palavras indígenas, porque os portugueses encontraram aqui um novo mundo da fauna e da flora", explica.

Além dos nomes de plantas, animais e gastronomia, houve uma grande contribuição do tupi para os nomes de lugares no Brasil. Topônimos como Iguaçu, Pindamonhangaba, Ipiranga, Ipanema, Itaipu e Mantiqueira são palavras ou expressões indígenas. Há heranças do tupi também em verbos, como "cutucar", e em expressões populares como "estar na pindaíba" ou "ficar jururu".

(com Agência Brasil)

Últimas notícias

Comentários