Galopeira fecha as portas

De acordo com o proprietário da maior casa noturna de Minas, ela deve ser reaberta em breve, com nova proposta

23/02/2015 10:54

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Túlio Santos/EM/DA Press
A casa noturna Galopeira tem capacidade para receber 3 mil pessoas e está fechada. Segundo o proprietário, deverá ser reaberta em breve, com nova proposta (foto: Túlio Santos/EM/DA Press)

Com 2,3 mil m² que comportam mais de 3 mil pessoas, a casa noturna Galopeira, que fica no bairro Prado, região oeste de Belo Horizonte, já está fechada, e deve mudar de estilo. Segundo o sócio-proprietário da casa, Delson Bianchi, que também é dono do Music Hall e do Bar Brasil, ela ainda terá um dia dedicado ao sertanejo, que sempre foi uma marca registrada do espaço – que no passado abrigou o Canecão Mineiro, famoso pelo incêndio que deixou 180 feridos em 2001.

"Existe uma negociação para aquisição da parte de meu sócio. A casa está dando um tempo e deve voltar de outra forma", diz Delson. Apesar de não ter dado maiores esclarecimentos, segundo apurou a Encontro, a aquisição da parte de seu sócio, o empresário Ademir Aparecido Pinto, um dos responsáveis pela cachaçaria Germana, que é proprietária da casa noturna Alambique, já teria sido acertada. Por isso a Galopeira se encontra fechada desde o último fim de semana – não abriu desde a sexta, dia 20 de feveiro.

Show

Mas, antes que os fãs do guitarrista Slash reclamem, o proprietário da Galopeira garante que o evento está confirmado e será realizado no dia 15 de março, às 21h30. Aliás, o ex-integrante da banda Guns 'n Roses já conseguiu esgotar os ingressos mais caros do show, relativos à pista VIP, que chegam a R$ 380.

O empresário Delson Bianchi faz questão de mostrar que a casa noturna vai mudar sua "roupagem", sem explicar o motivo dessa alteração. "O perfil não vai ser só de sertanejo. Ela será mais um espaço para shows", diz. Não deixa de ser uma boa notícia para os belo-horizontinos, que são carentes de bons espaços para shows, especialmente de artistas internacionais.

Conheça a Galopeira por dentro:

 

Últimas notícias

Comentários