Sai Galopeira e chega City Hall

Novo espaço para shows de Belo Horizonte abre as portas dia 14 de maio e tem capacidade para receber até 2,6 mil pessoas

por Da redação com assessorias 04/05/2015 16:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Google Street View/Reprodução
O galpão em que funcionava a boate Galopeira, agora, é o City Hall, espaço destinado a shows nacionais e internacionais (foto: Google Street View/Reprodução)
Conforme divulgado pelo portal da Encontro em fevereiro deste ano, a boate Galopeira estava deixando de existir para dar lugar a um espaço dedicado a shows. A nova casa, chamada City Hall, será inaugurada dia 14 de maio – com show da banda Pixote, do cantor Thiago Brava e dos DJ's E-LEDs – e tem capacidade para receber até 2,6 mil pessoas.

De acordo com a assessoria do City Hall, o espaço está preparado para receber atrações nacionais e internacionais, e conta com palco de 12 metros "de boca", o que seria o maior entre as casas de espetáculos de Belo Horizonte.

Cityhallbh.com.br/Reprodução
Ainda não existem imagens de como ficou a reforma da Galopeira para receber a casa de shows City Hall (foto: Cityhallbh.com.br/Reprodução)


Para o sócio-proprietário da City Hall, Delson Bianchi, existem vantagens para os produtores culturais no novo espaço, em comparação com outros locais utilizados para shows na capital mineira. "Além das dimensões, a nova casa oferece uma infraestrutura de tecnologia que atende as produções mais exigentes no que se refere a equipamentos de som e luz, que inclui um grande painel de LEDs no fundo do palco. Isso se traduz em qualidade, economia, praticidade e mais agilidade na produção", diz Bianchi.

Segundo o empresário, a casa vai reservar surpresas ao público. "A diversão não começa só quando se inicia o show da noite. Também não termina quando o artista principal se despede. A cada instante, o público será surpreendido com performances e atrações paralelas. A nova casa será sinônimo de diversão", conta Delson Bianchi.

Últimas notícias

Comentários