Mercado das Borboletas deve voltar a receber shows em junho

Após a polêmica do cancelamento em cima da hora das apresentações de sábado, dia 23 de maio, o espaço que fica no Mercado Novo, no centro de BH, aguarda renovação do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, mas pode funcionar mesmo assim

por Vinícius Andrade 29/05/2015 17:06

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/Omercadodasborboletas/Reprodução
No sábado, dia 23 de maio, o Mercado das Borboletas ia receber alguns shows, que foram cancelados em cima da hora, e gerou muita discussão nas redes sociais (foto: Facebook/Omercadodasborboletas/Reprodução)
O cancelamento de última hora de um evento que seria realizado no Mercado das Borboletas, em Belo Horizonte, deixou muitas pessoas revoltadas no sábado, dia 23 de maio. Estava prevista a apresentação dos blocos Então, Brilha e Chama o Síndico para as 22h, no espaço de festas do Mercado Novo, na avenida Olegário Maciel, no centro da capital. Cerca de 30 minutos antes do show, o grupo que organizava o evento enviou um e-mail para os convidados, informando a impossibilidade de se realizar as apresentações devido ao excesso de público previsto para o local.

Conforme postagem na página oficial da banda Chama o Síndico no Facebook, o Mercado das Borboletas decidiu cancelar o show às 21h45, quando tudo já estava preparado. Segundo a nota, a direção do local afirmava que a capacidade era de 2.200 pessoas. O grupo musical disponibilizou 2.000 ingressos. No entanto, horas antes do evento, o corpo de bombeiros informou que o espaço comportava público máximo de 1.500 expectadores.

De acordo com Tarcísio Ribeiro, diretor do Mercado das Borboletas, a decisão de cancelar o evento se deu pela falta de renovação do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), que é uma regulamentação que visa garantir à população a segurança mínima contra incêndio e pânico nas edificações destinadas ao uso coletivo em Minas Gerais. Segundo o representante do mercado, os bombeiros estiveram no local cerca de quatro horas antes do evento e constataram a irregularidade. "Eu também fui pego de surpresa. Foi uma decisão nossa cancelar o show, para prezar pela segurança do público", explica Tarcísio.

O Corpo de Bombeiros informa, por meio da assessoria de imprensa, que o mercado não possui AVCB regularizado, mas há registro de um projeto de prevenção contra incêndio e pânico, que libera o local para executar as adaptações necessárias. Depois dos ajustes à lei, o estabelecimento deve solicitar uma vistoria final, o que não ocorreu até a data do evento. De acordo com informações da equipe que inspecionou o lugar, o show foi cancelado pelo proprietário do mercado por ultrapassar a lotação prevista.

Apesar de não estar com o AVCB em dia, o Mercado das Borboletas pode continuar funcionando normalmente, porque não apresenta riscos iminentes para a segurança do público. De acordo com Tarcísio, a situação já deve ser normalizada em junho. Para ter o aval do Corpo de Bombeiros, a planta do Mercado Novo precisa ser atualizada. Os engenheiros já estão vistoriando loja por loja para viabilizar o novo projeto.

Últimas notícias

Comentários