João Neto & Frederico se apresentam pela primeira vez na Wood's

A dupla sertaneja, uma das mais badaladas da atualidade, fala à Encontro sobre a carreira e a apresentação em BH

por João Paulo Martins 23/06/2015 17:07

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Joaonetoefrederico.com.br/Reprodução
A dupla sertaneja João Neto & Frederico chega a BH para se apresentar pela primeira vez na boate Wood's (foto: Joaonetoefrederico.com.br/Reprodução)

Desde pequenos, em Goiânia, os irmãos João Neto Nunes e Frederico Augusto Silva Nunes sempre estiveram ligados à música. Isso porquê o pai, Gil Nunes, é músico – um seresteiro de mão cheia. Com o tempo, os jovens passaram a tocar sertanejo em barezinhos, eventos de empresas, festas de faculdades. Logo a dupla João Neto & Frederico começou a fazer sucesso na capital de Goiás.

O primeiro disco dos irmãos foi lançado em 2004, mas a mudança na carreira se deu com o lançamento do Acústico Ao Vivo, em 2007. Os dois emplacaram hits no país inteiro e passaram a figurar diariamente nas rádios de todo o Brasil, especialmente com a música Pega Fogo Cabaré. No ano seguinte, a música Detonou chegou a fazer parte da trilha sonora da novela Paraíso, da Rede Globo. De lá para cá, vários outros sucessos marcaram a carreira dos goianos.

Em 2012, o disco Ao Vivo em Palmas trouxe os hits Tô Morando Sozinho, Tá Combinado, e o grande sucesso Lê Lê Lê, que figurou entre as mais tocadas do país. Esta canção, inclusive, foi escolhida para ser parte da trilha da novela Cheias de Charme, da Globo.

João Neto & Frederico gostam de misturar pop e arrocha ao sertanejo, e embalam os brasileiros com uma média de 22 shows por mês. Agora, os dois chegam a Belo Horizonte para tocar pela primeira vez na boate Wood's, e falam com exclusividade à Encontro sobre a expectativa para a apresentação e sobre a carreira.

Segundo Alê Pampolini, sócio-proprietário da boate Wood's BH, o show desta quarta terá um bloco todo dedicado ao músico Cristiano Araújo, que faleceu na madrugada do dia 24 de junho, vítima de um acidente de carro.

 

Confira abaixo a entrevista com João Neto & Frederico:

REVISTA ENCONTRO – Qual a expectativa de vocês para o show na Wood's?
JOÃO NETO & FREDERICO – Bom demais! Estamos muito felizes. É um povo que curte o 'sertanejão' de Goiás, que recebe a gente de braços abertos. Que gosta de nossa música, de nosso trabalho. Ficamos felizes por tocar na Wood's, que tem um público sertanejo forte e fiel, e é uma casa tardicional em várias cidades do Brasil. É a primeira vez que nos apresentamos na Wood's de BH. Tomara que o pessoal possa curtir bastante. Vamos fazer um showzão.

Vocês acham que Belo Horizonte é uma cidade sertaneja, com forte ligação com Goiânia?
São várias pitadas de igualdade com o estado de Goiás. A gente sempre vai para Minas inteira, não apenas BH, em festas de rodeio, e sentimos como se estivéssemos em casa.

Confira o clipe da música Lê Lê Lê:


Você começaram a cantar influenciados pela carreira do pai. Como foi isso?
A gente nasceu ouvindo nosso pai, indo com ele para os shows. Ele cantava seresta. Desde pequenos tivemos aula de violão. A família toda nos incentivou para gravar CD, música nova. Fizemos bailinhos, happy hours em shoppings de Goiânia. Sempre tocamos sertanejo, especialmente Leandro e Leonardo, Zezé di Camargo & Luciano, Christian & Ralph e Chitãozinho & Xororó, que eram as duplas fortes daquela época. Hoje ainda são grandes nomes, mas quando surgimos, eram as duplas do momento. E sempre estudamos simultaneamente com os shows. Nosso pai fazia questão disso. Fernando é formado em Agronomia e João Neto em Medicina Veterinária. O estudo e a música sempre andaram junto.

Em 2008, a música Detonou fez parte da trilha sonora da novela Paraíso. Como a produção da Globo fez o convite?
Acho que a somatória do trabalho que vínhamos fazendo, chegou no ouvido do povo lá, e, então, usaram a música Detonou. Tínhamos outros sucessos antes desse, como Pega Fogo Cabaré, Só de Você, Meu Anjo, Pura Magia. O povo ouviu, conseguiu o CD, e nem sabemos explicar como isso aconteceu. E tivemos outra música em novela, em 2012.

Vocês possuem músicas que se encaixam no estilo arrocha, que, agora, está na moda. Essa mistura com o sertanejo foi proposital?
A primeira dupla a gravar um arrocha fomos nós, em 2010, com Não Vou Mais Chorar. Depois todo mundo começou a gravar arrocha. Nossas primeiras canções, como Pega Fogo Cabaré e Só de Você, abriram as portas para as pessoas escutarem mais esse ritmo. Até então, ninguém ouvia palavras como cabaré nas letras de sertanejo. Nós gravamos e o povo veio copiando depois.

Antes, costumam rotular a música sertaneja mais moderna, incluindo a de vocês, como universitária. Acha que ainda vale isso?
Não existe mais isso. O sertanejo universitário ficou conhecido assim porque os jovens perderam o preconceito de ouvir esse ritmo, que era tido como de 'velho'. Os jovens universitários passaram a ouvir sertanejo, e acabou gerando esse rótulo. Hoje, todo mundo ouve nossa música.

Frederico manda um recado para os fãs mineiros:


Serviço:

O quê: show João Neto & Frederico
Onde: Wood's
Endereço: alameda da Serra 154, Nova Lima, MG
Data: 24/6
Horário: 21h
Ingressos: R$ 50 (espaço Bud - masculino) e R$ 30 (espaço Bud - feminino); R$ 200 (mesa mezanino) e R$ 400 (mesa mezanino com bebida); R$ 200 (mesa espaço Bud) e R$ 300 (mesa espaço Bud com bebida); consultar lounges
Informações: (31) 3567-9589

Últimas notícias

Comentários