Fotógrafo inglês cria cenários deslumbrantes com alimentos

O que começou como uma brincadeira se transformou em verdadeiras obras de arte

por João Paulo Martins 16/07/2015 12:53

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Carl Warner/Reprodução
Essa bela paisagem tropical, um paraíso à beira da praia, é toda feita com alimentos, e faz parte do projeto Foodscapes, do fotógrafo inglês Carl Warner (foto: Carl Warner/Reprodução)
Praias, montanhas, vales, rios, são paisagens ótimas para se tirar fotos ou, então, criar fundos de tela para tablets, celulares ou computadores. Mas, o que diria se esses cenários de tirar o fôlego fossem feitos com alimentos? Essa é a proposta do fotógrafo inglês Carl Warner, de 52 anos.

Certa vez, ele estava em busca de algo novo ou diferente para fotografar, que trouxesse um pouco mais de "vida" para seu trabalho. "A inspiração parecia difícil de achar, mas, quando estava caminhando por um sacolão, encontrei cogumelos portobello que pareciam árvores de algum planeta alienígena", conta Carl. Então, ele pegou os produtos, juntou a outros ingredientes, como arroz e feijões, e criou sua primeira cena em miniatura.

Ao longo de 10 anos, o fotógrafo conseguiu agrupar diversas imagens de paisagens fictícias feitas com legumes, vegetais, pães, cereais, grãos, carne, peixes etc. O trabalho é intitulado Foodscapes – uma brincadeira com a palavra inglesa "landscape", que significa paisagem, trocando "land", que é terra, por "food", que quer dizer comida.

Carlwarner.com/Reprodução
Car Warner possui um estúdio em Londres, onde prepara as cenas em miniatura, com a ajuda de designers de maquete e desenhistas de alimentos (foto: Carlwarner.com/Reprodução)


Carl Warner possui um estúdio em Londres, capital da Inglaterra, onde monta os cenários em mesas de tamanhos e alturas diferentes, que ajudam a criar a ideia de perspectiva e profundidade presentes nas imagens. Às vezes, ele precisa terminar rapidamente a montagem, pois alguns alimentos são muito sensíveis às luzes do estúdio. "Embora eu consiga ser muito hábil, preciso da ajuda de designers de maquetes e desenhistas de alimentos para criar os cenários. Primeiro, desenho um esboço da paisagem para que possamos trabalhar na composição da cena. Isso faz com que meu time siga no caminho certo", explica o fotógrafo.

Para se ter uma ideia do trabalho que dá criar essas belezas visuais, Carl e equipe levam cerca de três dias para montar e fotografar uma paisagem mais elaborada, e outras dezenas de horas para fazer o acabamento da foto e juntar os elementos que compõem as cenas. Além disso, eles gastam muito tempo escolhendo os ingredientes certos nos supermercados e sacolões – aliás, o artista admite ser perfeccionista e escolher, por exemplo, até o formato ideal do brócolis que será transformado em árvore.

"Apesar de deixarmos muito lixo para trás, após o trabalho, quando sobra muita comida, sempre a compartilho com a equipe. O problema é que grande parte dos alimentos usados nas obras foram pregados na mesa com alfinetes ou cola", completa Carl Warner.

Últimas notícias

Comentários