Selena Gomez passou por reabilitação, e o motivo: Justin Bieber

Segundo o site TMZ, a jovem cantora americana atribui sua condição ao convívio com o cantor canadense

18/08/2015 16:19

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Instagram/selenagomez/Reprodução
A cantora Selena Gomez namorou Justin Bieber por cerca de cinco anos, e acaba de ser internada por vício no cantor canadense (foto: Instagram/selenagomez/Reprodução)
A jovem cantora e atriz americana Selena Gomez, de 23 anos, segundo o portal de notícias sobre celebridades TMZ, esteve afastada da mídia para se reabilitar, em julho deste ano, e, segundo fontes ouvidas pelo site, ela culpa o ex-namorado, o cantor canadense Justin Bieber, por sua internação.

Ela foi encaminhada para a clínica The Meadows, que fica em Arizona, no Texas, seu estado natal, e esteve em tratamento por duas semanas. O estabelecimento escolhido pela família de Selena existe há 35 anos e já tratou mais de 45 mil pessoas. Entre as condições clínicas atendidas pela Meadows estão: trauma, vício em álcool, em sexo, em drogas, em amor e depressão.

As fontes ouvidas pelo TMZ dizem que Selena também precisou de tratamento para vício em álcool, maconha e no medicamento zolpidem (sedativo indutor de sono). Porém, ela também estava "viciada" em Justin Bieber. Isso mesmo. Ela culpou "aquele garoto doido" (como a jovem teria chamado o cantor) por seus problemas, especialmente quando andava com ele e com os amigos dele.

Bieber e Selena Gomez namoraram por cerca de cinco anos. Em entrevista ao radialista americano Ryan Seacrest, em fevereiro de 2015, a cantora diz que, da próxima vez em que se relacionar com alguém, será "diferente". "Eu tinha 18 anos, e foi o meu primeiro amor. Conforme estou ficando mais velha, vou me 'garantindo' sobre mais coisas. Eu sentia, na época do namoro, que tudo que nós tínhamos era um ao outro", conta Selena no programa de rádio.

Vício amoroso

Segundo o portal Psicologado, especializado em psicanálise e psicologia, a obsessão amorosa é um tipo de neurose histérica, também conhecida como psiconeurose de defesa. "A pessoa afetada é totalmente dependente emocionalmente não de um parceiro, mas da relação obsessiva em si. O obsessivo amoroso enxerga na pessoa amada um ideal de relacionamento que só existe para ele. Devido a isso, podemos pensar que a obsessão amorosa é diferente do amor em si", explica o texto sobre o assunto, publicado no site de psicologia.

Últimas notícias

Comentários