Apresentador diz que gays deveriam usar roupas específicas para distingui-los dos héteros

Pat Robertson é um americano conhecido por seu conservadorismo, mas, desta vez, extrapolou e gerou revolta nas redes sociais

por João Paulo Martins 09/11/2015 09:45

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Reprodução
O apresentador Pat Robertson, de 85 anos, voltou a ser polêmico ao culpar os homossexuais pela crise financeira nos Estados Unidos (foto: YouTube/Reprodução)
Muitos cidadãos americanos são extremamente conservadores, mas, até aí, tudo bem, já que cada um responde por suas ações. O problema é quando personalidades atuam de forma politicamente incorreta. É o caso do apresentador Marion Gordon Robertson, conhecido como Pat Robertson, que é famoso por gerar polêmica com seu discurso conservador e, desta vez, foi longe demais. No programa The 700 Club, exibido pelo canal CBN, o âncora criticou os gays e disse que eles deveriam usar roupas que os distinguissem dos demais cidadãos.

De acordo com Pat Robertson, os homossexuais "vão contra as leis de Deus" e "são responsáveis" pela crise financeira nos Estados Unidos. "Não quero que a ira de Deus caia sobre nós. Este é um grande país, gostaria muito de ver a América forte. Se isso continuar assim, caíremos em outra crise", diz o apresentador de 85 anos.

Ele ainda sugere que a única forma de se impedir a propagação de doenças sexualmente transmissíveis é fazer uma clara distinção entre homossexuais e heterossexuais. "Acho que devemos impôr uma regra que os obrigue a usar uma roupa especial, de cor diferente. Deveríamos levar a proposta ao Senado para a colocar em prática. Assim, as pessoas normais podem saber que essa cor é anormal, e manter-se longe dessa pessoa", afirma Robertson.

As palavras do polêmico apresentador geraram revolta imediata nas redes sociais. Além disso, mesmo durante o programa surgiram reações da plateia, que assistia ao vivo. Um espectador criticou o âncora do The 700 Club: "suas ideias são parecidas com as que os nazistas tinham contra os judeus".

Últimas notícias

Comentários