Brad Pitt e Angelina Jolie já estariam adotando o sétimo filho

O mais famoso casal de Hollywood teria conseguido a adoção de uma criança cambojana, segundo informação de um site de fofocas

por João Paulo Martins 20/01/2016 11:01

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/MOMGELINA (Jolie-Pitt Kids source)/Reprodução
Angelina Jolie ao lado do terceiro filho adotivo, Pax Thien, que hoje está com 12 anos. A atriz já estaria finalizando uma nova adoção, no Camboja (foto: Facebook/MOMGELINA (Jolie-Pitt Kids source)/Reprodução)
O ator Brad Pitt sempre quis uma família grande, do tamanho de um time de futebol. E parece que sua esposa, a atriz Angelina Jolie, está fazendo com que esse sonho vire realidade. Segundo o portal de fofocas e notícias de celebridades RadarOnline, a estrela do filme Tomb Raider já estaria finalizando o processo de adoção de uma sétima criança. Tudo feito longe dos "olhos" da mídia.

Jolie, de 40 anos, já teria adiantado o processo de adoção de um menino, chamado Allouy Shoun, no Camboja (sudeste asiático). A informação foi repassada ao RadarOnline por uma fonte exclusiva, que não foi identificada.

O bebê é uma das 13 crianças de uma família pobre que vive no subúrbio da cidade de Siem Reap, local em que a atriz americana filmou seu documentário First They Killed My Father (que fala sobre o ativista cambojano Loung Ung e os horrores vividos durante o regime ditatorial do Khmer Vermelho).

"Isso foi feito tal qual uma operação militar ultrassecreta. Angie não queria que Brad tivesse noção do que ela estava fazendo, porque sabia que ele não aceitaria", revela a fonte ao portal de notícias.

A decisão de Angelina em adotar o menino cambojano se deu de forma urgente, após suas filhas Shiloh, de 9 anos, e Zahara, de 10, teriam criado um laço com a família Shoun. Eles se conheceram quando a família Jolie-Pitt estava em Siem Reap e foram abordados por Leida Shoun, de 16 anos, que os comoveu com sua história de sobrevivência na favela. Logo após conhecer os cambojanos, a intérprete de Malévola decidiu apoiar os Shoun. "Angie garantiu o pagamento de US$ 1 milhão [cerca de R$ 4 milhões] para ajudar a família e, também, para adotar o pequeno Allouy", diz a fonte ouvida pelo RadarOnline.

Brad e Angelina possuem um conhecido histórico de adoção. Em 2002, o casal foi ao Camboja para buscar o primeiro filho, Maddox Chivan, que tinha apenas 7 meses de vida. Mais tarde, em 2005, os artistas adotaram a pequena Zahara Marley, de 6 meses, num orfanato em Adis Abeba, na Etiópia. O terceiro filho adotivo veio em 2007. Pax Thien foi retirado de um orfanato na cidade de Ho Chi Minh, no Vietnã. Além deles, a família Pitt-Jolie conta ainda com os filhos biológicos Shiloh Nouvel, Knox Léon e Vivienne Marcheline.

Últimas notícias

Comentários