Artista cria pássaros incríveis usando apenas papel

Com cores e detalhes excepcionais, o trabalho de Diana Herrera faz sucesso na internet

por João Paulo Martins 23/02/2016 09:58

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/DianaBeltranHerrera/Reprodução
Os detalhes criados pela artista Diana Herrera, usando apenas papel, são tão incríveis que muitos pássaros parecem reais (foto: Facebook/DianaBeltranHerrera/Reprodução)
Nascida em Bogotá, capital da Colômbia, Diana Beltran Herrera começou sua carreita estudando design. Em seguida, decidiu se aventurar na área, em outros países. Ela se formou em escultura cerâmica na Finlândia e em fina arte na Universidade de West England, na Inglaterra. No tempo livre, ela se dedicava a "esculpir" pássaros usando apenas papel. Após centenas de peças incríveis, seu trabalho artístico passou a chamar a atenção na internet, devido à riqueza de detalhes e à magnífica precisão das cores dos animais.

"Antes de começar a trabalhar com os pássaros, eu fiz muitas outras obras em papel. Comecei com formas geométricas, para saber até que ponto conseguia transformar o 2D em 3D. Então, passei a usar novas técnicas e a representar coisas que sempre amei, como peixes, aves e frutas", diz Diana Herrera ao site da revista inglesa Creative Review, que é especializada em artes visuais.

Os pássaros da artista colombiana já foram expostos no Reino Unido, nos Estados Unidos e, claro, na Colômbia. Mas, sua grande "vitrine" são as redes sociais.

Segundo Diana, para fazer essas "esculturas" em papel, primeiramente, ela fotografa o pássaro ou objeto que será transformado em papel. Em seguida, ela cria linhas (vetores) sobre a foto, usando o software Illustrator, da Adobe. Essas linhas servem de guias para fazer os cortes nos papéis. "Eu as uso para medir o tamanho de cada peça. Então, começo a cortar todas as partes, como rabo, asas, penas, olhos e bico. Depois, vem a pintura e o processo de secagem", explica a artista colombiana à revista. Ela lembra ainda que a melhor parte de trabalhar com esse material é que o custo é baixo e não demanta ferramentas caras ou processos mais elaborados para a finalização.

Últimas notícias

Comentários