Clássico do AC/DC é utilizado em tratamento contra câncer

Thunderstruck, do álbum The Razors Edge (1990), possui frequência sonora que potencializa medicamento que atinge somente células afetadas

por Diário de Pernambuco 06/04/2016 16:06

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/ACDC Vevo/Reprodução
A música Thunderstruck, do AC/DC, interpretada por Brian Johnson, seria um "santo remédio" para combater o câncer, segundo estudo (foto: YouTube/ACDC Vevo/Reprodução)
A fase da banda não é das melhores. Entretanto, o AC/DC pode ter um novo motivo para se orgulhar, além do status de gigante do Rock. A clássica faixa/hino/marco Thunderstruck, do álbum The Razors Edge (1990), auxilia no tratamento contra o câncer, de acordo com pesquisa da Universidade do Sul da Austrália, terra natal do AC/DC.

A canção, segundo os pesquisadores,  tem o poder de potencializar um medicamento utilizado na quimioterapia. A frequência sonora da música geram partículas que auxiliam um medicamento no ataque apenas às células afetadas pela doença, deixando as saudáveis intactas.

"Em geral, é preciso queimar um plasma na superfície da célula, mas o revestimento só é formado no lado exposto da partícula. Mas o lado da partícula na superfície, a outra extremidade, não vai ficar revestido", diz o coordenador da pesquisa, professor Nico Voelcker, em entrevista ao portal australiano The Lead. "Então surgiu a ideia de utilizarmos um alto-falante que reproduzisse [uma música vibrante] dentro do sistema. Conectamos o alto-falante e as partículas saltaram para cima e para baixo. As frequências caóticas [de Thunderstruck] deram certo e criaram um revestimento mais homogêneo nas partículas", afirma.

Os cientistas escolheram Thunderstruck por causa de seu ritmo e o título possui uma "conexão" com a pesquisa.

"O plasma é a quarta etapa da matéria, é um gás ionizado", afirma Voelcker. "Nós usamos um plasma frio, mas um exemplo de um plasma quente seriam os raios de trovão. Acabamos utilizando Thunderstruck porque nós gostamos como ela conecta [musicalmente] trovões ao gás de plasma".

Confira, abaixo, ao clipe da famigerada música:


Maré de azar, retomada e Axl Rose

Fundador e principal compositor, o guitarrista Malcolm Young se aposentou devido a um quadro de demência em abril de 2014. Em março de 2016, foi anunciado que o vocalista Brian Johnson, há 36 anos como frontman do lendário grupo, foi afastado por risco de ficar surdo.

Vários show marcados precisaram ser adiados pela condição clínica de Johnson. Veio à tona, então, a possibilidade de a banda utilizar vocalistas convidados para dar prosseguimento à turnê do álbum Rock or Bust (2014). Foi aí que surgiram boatos sobre Axl Rose, frontman do Guns N' Roses, assumir os vocais do AC/DC. Rose teria até sido flagrado saindo junto com os australianos de um estúdio.

O Guns, por outro lado, retomou parte da formação clássica (Axl, Slash e Duff McKagan, além de Richard Fortus, Frank Ferrer, Dizzy Reed e Melissa Reese) para realizar uma tour.

Últimas notícias

Comentários