Comer e ver são importantes

28/09/2011 07:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
None

O recém-inaugurado "bar-gastronômico" de Lourdes, Wari, que possui cardápio baseado nas iguarias peruanas (ou seja, utiliza muito fruto do mar), preocupou-se em criar uma identidade visual compatível com seu conceito. E os responsáveis pelas novas peças gráficas são os profissionais da agência Hardy Design, sob o comando de Mariana Hardy.

 

O nome Wari foi escolhido pelos proprietários Érica Vilaça Lamounier e Gilson Judice, e diz respeito a uma tribo indígena da região amazônica. O desafio para a Hardy foi de criar uma identidade que fosse limpa e elegante. De acordo com a diretora da agência, Cynthia Massote, o trabalho foi pautado a partir das formas da arquitetura peruana e de objetos e tapeçarias da tribo, adquiridos pelos proprietários do restaurante, durante viagem ao Peru. “Estes objetos, nos deram a pista para trabalharmos uma paleta de cores de base terrosa associada a tons acobreados. A marca é um elegante selo de cor cobre de proporções quadradas, limpo e composto por uma fonte que conferiu a personalidade necessária ao projeto gráfico. Optamos por trabalhar uma marca tipográfica porque a culinária peruana não tem uma forma ou ícone tão forte que pudesse ser traduzido graficamente”, explica.

 

Entre as peças gráficas, a atenção se voltou principalmente para o cardápio, que traz imagens dos pratos e facilita o entendimento da culinária peruana para os clientes. Só que tudo foi feito para deixá-lo discreto e sóbrio. “Entendemos que essa neutralidade era necessária para não competir ou conflitar com os elementos da arquitetura de interiores, que têm pitadas étnicas”, afirma Cynthia.

Últimas notícias

Comentários