Beleza que põe mesa

por Blima Bracher 22/05/2012 12:54

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Júnia Garrido, Eugênio Gurgel, Samuel Gê
None (foto: Júnia Garrido, Eugênio Gurgel, Samuel Gê)

Elas são lindas, simpáticas e prendadas. As empresárias Cláudia Gama (foto, de casaco bege), Lea Alkimim (de preto) e Maria Thereza Alkmim (de branco) trouxeram para BH a pâtisserie de doces finos Leclanté. A casa fica em elegante endereço na Serra, onde funciona o show room. Lá é possível provar as mais de 50 opções do menu, todas criadas pela jovem chef Maria Thereza Alkimim, que cursou o Le Cordon Bleu, na França. Festas, recepções, casamentos e eventos na capital mineira ganharão charme extra.

 

 

 

Atenção nele!

 

Outro jovem talento, também lapidado pelo Le Cordon Bleu, é o carismático chef Bruno Albergaria (foto). No restaurante Oak, ele mostra versatilidade na elaboração de pratos como o trio de salmão, a codorna desossada, a moqueca desconstruída, o mini carpaccio e o bacalhau confit. Para finalizar o banquete, um festival de brigadeiros em diversas formas, cores e sabores. A casa abre para almoço executivo e está ficando lotada no happy hour e nos finais de semana. “Meu pai é advogado, mas lá em casa os filhos herdaram o dom da minha mãe, Regina Albergaria, que é artista plástica”, diz Bruno, também irmão do diretor de cinema Eduardo Albergaria e da fotógrafa Daniela Albergaria.

 

 

 

Shakespeare como inspiração

 

Sir William Shakespeare inspirou o nome da casa, Verano Studio Gourmet: “Há quem diga que todas as noites são de sonho. Mas há também quem garanta que nem todas, só as de verão”, escreveu o dramaturgo inglês. Com proposta diferenciada, o espaço, instalado em charmoso casarão no Gutierrez, abriga o restaurante e também ambiente para cursos para lá de criativos, com nomes como Se Vira nos 30, Casei, e Agora?,ou  Pra Impressionar – “tudo pra ninguém fazer feio na cozinha”, diz Fúlvio Motta (foto). O restaurante abre para o almoço executivo, servido a R$34,90. À noite, a boa pedida é o menu degustação, assinado pelo chef Gabriel Trillo. Este mês o tema é o cerrado brasileiro, com entrada de pamonha na folha de taioba, seguida de risoto de jerimum, feijão roxinho e carne seca. O prato principal é a maminha de lata com purê de queijo coalho e farofa mineira de milho. De sobremesa, brownie regado aos cremes de  pitanga, cajá e graviola.

 

 

 

Viva Chile!

 

O restaurante Atlântico recebeu o chileno Rodolfo Guzmán (foto, à esquerda), famoso por valorizar  ingredientes regionais. O desafio proposto pelo anfitrião Tomaz Gomide e pelo chef  da casa, Rafael Cardoso ( foto, à direita), foi interpretar peixes brasileiros, mesclando ingredientes chilenos e técnicas usadas no Boragó, restaurante de Guzmán no Chile. Com a troca de experiência, agora o restaurante especializado em frutos do mar incorpora no cardápio algumas técnicas “selvagens”, como o chef  Guzmán classifica sua cozinha. A casa, no gastronômico bairro de Lourdes, oferece cardápio de ceviches aos sábados, além de variado menu com opções de saladas e delícias que saem diretamente da grelha. O prato da Boa Lembrança é o Lambe Lambe de Mexilhões, com badejo mediterrâneo ao forno, batatinhas coradas, tomate, alcaparras, gomos de laranja e polvo à galega.

 

 

 

Bem lembrado

 

O disputado restaurante A Favorita ganhou sotaque mineiro ao incluir no cardápio o novo prato da Boa Lembrança: o Ravióli das Gerais. “Muitos clientes de fora querem experimentar algo regional, então criei um ravióli recheado de polenta, com molho de galinha caipira e quiabo. É um clássico da região do Piemonte, no norte da Itália, onde morei, mas brinquei com um ingrediente mineiro”, diz o chef Caetano Sobrinho (foto). O lindo mimo, confeccionado em cerâmica decorada à mão, é um presente para eternizar os bons momentos à mesa. Para acompanhar o menu, o restaurante  fez parceria com a Casa do Vinho, oferecendo o mesmo preço das prateleiras.

Últimas notícias

Comentários