Semana Santa à Gomes de Sá

Aprenda a fazer a tradicional receita de bacalhau, muito fácil e saborosa, ideal para esta época do ano

06/03/2013 12:31

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.


O Restaurante do Porto, em Belo Horizonte, pode ser uma boa opção para a quaresma e semana santa, já que oferece diversos pratos à base de peixe. O cardápio inclui surubim, badejo e camarão, mas o destaque fica com o tradicional bacalhau.

Leonardo Duarte, proprietário da casa, explica que o bacalhau é dividido em cinco espécies, sendo que o melhor do mundo é o chamado Gadus morhua. Ele tem um preço mais elevado em relação aos demais e é pescado e salgado tanto em Portugal quanto na Noruega. No entanto, o tipo norueguês tem coloração mais clara que o português, apesar de sabor ser o mesmo.

Confira as espécies do peixe:

 
Cod Gadus morhua ("legítimo bacalhau" ou bacalhau do Porto) – Considerado o mais nobre dos bacalhaus, o Porto é fácil de identificar: é o maior, o mais largo, com postas mais altas e com cor palha uniforme. Quando cozido, desfaz-se em lascas claras e tenras.

Cod Gadus macrocephalus (bacalhau do Pacífico) – original das águas do Pacifico Norte ou do Alasca, é muito parecido com o Porto. Sua carne, quando cozida, é fibrosa e não se desfaz em lascas. Uma maneira de diferenciá-lo é observar se seu rabo e suas barbatanas, que apresentam uma espécie de bordado branco nas extremidades.

Saithe – É mais escuro e tem sabor mais forte que o Cod. O preço do quilo varia de R$ 30 a R$ 40, e sua carne é ideal para bolinhos, saladas, risotos e ensopados, pois, quando cozida, desfia facilmente.

Ling – O mais estreito dos bacalhaus. Sua carne, clara e bonita, pode ser usada tanto para postas quanto para pratos que pedem a carne desfiada.

Zarbo – O menor de todos os bacalhaus. Sua carne é escura e fibrosa quando cozida.

O proprietário do Restaurante do Porto reforça ainda sobre a importância do azeite  no preparo dos pratos: “A iguaria é fundamental em qualquer receita, principalmente, aquelas à base de bacalhau. Sempre recomendo o azeite português, já que é menos floral e oferece ao prato um sabor mais intenso, além de pouca sensação de ranço ao paladar”. E para acompanhar o prato, Duarte recomenda o vinho tinto ou branco, mas com preferência  para os reservas, mais encorpados.

Para quem deseja preparar uma refeição com bacalhau na própria casa, o chef e fundador do restaurante, José da Costa Duarte, também conhecido como senhor Saldanha, ensina uma receita simples e saborosa:

Bacalhau Gomes de Sá

Ingredientes:

  • 300g de batatas cozidas e cortadas em cubo
  • 300g de bacalhau Gadus morhua desfiado e dessalgado
  • 2 ovos cozidos e cortados em cubos
  • 1 molho de salsinha picadinha
  • 1/2 colher de sobremesa de tempero alho e sal
  • 2 colheres de sopa de cebola picadinha
  • 100 ml de azeite português e óleo de milho
  • Azeitona preta portuguesa

Modo de fazer:


Colocar um pouco de azeite e óleo de milho na frigideira, acrescentar o tempero alho e sal e a cebola. Colocar o bacalhau junto com o tempero e mexer até dourar. Reservar. Na mesma frigideira dourar as batatas com azeite e óleo de milho. Depois, juntar ao bacalhau os ovos cortados e a salsinha. Servir em uma travessa pré-aquecida. Decorar com azeitona pretas.


Onde: Restaurante do Porto

Endereços: rua Espírito Santo 1507, Lourdes, Belo Horizonte e rua Conselheiro Lafaiete 2099, Cidade Nova, Belo Horizonte

Funcionamento: diariamente das 11h à 0h (com intervalo, de segunda à quinta-feira das 15h às 17h)

Informações:(31) 3222-7300 (Lourdes) e (31) 3482-9870 (Cidade Nova)

Últimas notícias

Comentários