Carboidrato pode ser sinônimo de alimentação equilibrada

Segundo pesquisa, consumir massa à noite é benéfico para saúde e pode inclusive ajudar na manutenção do peso

por Da redação com assessorias 04/04/2013 11:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
SXC
(foto: SXC)
Em abril se comemora o Dia Mundial da Saúde, e ao contrário da crença popular, consumir carboidrato não engorda, principalmente à noite. Uma pesquisa recente, feita pela Universidade Hebraica de Jerusalém, comprovou que a ingestão desse tipo de alimento após as 18h, na quantidade adequada, é benéfico para a saúde.

Para Tereza Cibella, consultora da Equilibrium e da Adria Alimentos, o estudo ajuda a reforçar a ideia de que carboidrato não é vilão da alimentação. “O que o estudo aponta é que o ganho de peso não está relacionado ao carboidrato consumido à noite, e sim, à qualidade da alimentação no restante do dia, ao sedentarismo e ao exagero na quantidade de alimentos consumidos”, explica.

O recomendado, segundo a nutricionista, é a ingestão de 150g de carboidrato por dia para uma pessoa adulta. Esse índice pode ser calculado, por exemplo, no consumo de uma porção equivalente a dois pegadores de massa. “Para deixar a macarronada mais nutritiva é preciso incluir acompanhamentos, como proteína (carne vermelha magra, peixe ou frango) e legumes”, afirma a especialista.

Consumir macarrão, na quantidade correta e com os acompanhamentos indicados, pode ainda contribuir na manutenção do peso. Isso acontece porque o macarrão possui um baixo índice glicêmico, ou seja, diminui a velocidade do nível da glicose no sangue, proporcionando saciedade mais prolongada.

Tereza explica que com uma alimentação pobre em carboidrato, como na dieta das proteínas, por exemplo, há perda de peso, mas não de uma forma saudável. “Com a falta do carboidrato, nutriente essencial para o organismo, a pessoa pode ficar indisposta e as chances da recuperação do peso perdido após esse período é grande, pois a pessoa volta a consumir o que era de costume”, ressalta.

O carboidrato presente nas massas ainda é o combustível número um para o fornecimento de energia para o corpo, principalmente durante a prática de atividade física.

Divulgação
(foto: Divulgação)
Spaghetti ao azeite com salmão e abobrinha


Ingredientes:

  • 1 pacote de spaghetti grano duro
  • 5 colheres (sopa) de azeite extra virgem
  • 2 cebolas médias picadas
  • 2 abobrinhas médias em cubinhos
  • 5 tomates maduros (sem sementes e sem pele) picados
  • 500g de filé de salmão
  • 2 dentes de alho picados
  • sal e alecrim a gosto

Modo de Preparo:

Comece preparando o salmão. Numa assadeira média, acomode os filés de salmão e tempere com alho, sal e alecrim. Cubra com papel alumínio e leve para assar em forno médio (180º) pré-aquecido por 25 minutos. Retire do forno, corte os filés de salmão em lascas e reserve. Numa panela média, aqueça o azeite e refogue a cebola. Junte as abobrinhas, os tomates e deixe refogar por mais 10 minutos ou até que a abobrinha fica macia, se necessário acrescente ½ xícara (chá) de água. Acerte o sal e reserve. Numa panela grande ferva 5 litros de água com sal e cozinhe a massa. Para isso, coloque a massa e mexa de vez em quando, até que a água volte a ferver. Deixe cozinhar de acordo com o tempo indicado na embalagem ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Escorra a massa, acomode num refratário grande, acrescente o refogado de abobrinha com tomate e envolva bem com a ajuda de dois garfos grandes. Espalhe por cima as lascas de salmão e sirva a seguir.

Últimas notícias

Comentários