Fusão de sabores

Casa no Lourdes aposta nas gastronomias norte-americana, mexicana e oriental para fisgar mineiros

por Augusto Franco 08/05/2013 15:35

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Eugênio Gurgel
O chi lee dog, temperado com katsuobushi, um preparo japonês picante: cachorro--quente é atrativo no cardápio do MeetMe (foto: Eugênio Gurgel)
Podem-se dizer várias coisas do recém-inaugurado restaurante, bar e drinqueria MeetMe At The Yard (ou Encontre-me no Quintal), no Lourdes. Mas não que é uma casa tradicional. Instalada em amplo imóvel no último quarteirão da rua Curitiba, quase esquina com avenida do Contorno, tem capacidade para até 180 pessoas (160 sentadas, mais 20 no balcão). Ela associa decoração moderna com um cardápio fusion, que mistura preparos da gastronomia dos Estados Unidos, com influências caribenhas, asiáticas e brasileiras. A carta de drinques também é ampla, composta em sua maioria de misturas feitas com exclusividade. A intenção, explica André Sá Fortes, chef e um dos sócios, é oferecer para um público cada vez mais internacional (o de BH ) experiências reunidas em diferentes viagens. E estimular o paladar de quem ainda não conhece o lado de lá da fronteira.

Eugênio Gurgel
Os sócios André Sá Fortes, Filipe Brasil, Francis Dias e Lucca Paulinelli: conceito internacional (foto: Eugênio Gurgel)


A criação do cardápio e dos drinques foi feita em parceria com os outros três sócios, Filipe Brasil (mixologista, profissão antes conhecida como barman), Francis Dias (administrador de empresas) e Lucca Paulinelli (publicitário), com ajuda do chef executivo Kiki Ferrari, que comanda as caçarolas. “Caprichamos em todos os detalhes, do atendimento à decoração. É um conceito diferente, mas altamente comercial”, afirma André. Antes de abrir as portas, a sociedade contou com os serviços dos arquitetos Cristiano Sá Motta e Ricardo Gruner Lebarbenchon.

Da varanda em frente ao estabelecimento são projetados filmes no paredão do prédio vizinho, sempre às terças-feiras. Ocasionalmente, o projetor também serve para transmissão de jogos de futebol. A criatividade também passa pela cozinha. Criado após pesquisa em Los Angeles (EUA), o cardápio apresenta preparos como o cachorro-quente picante ou chi lee dog (R$ 19,90), em que a salsicha caseira é guarnecida por molho katsuobushi, um preparo à base de peixe fermentado, tradicional do Japão. Se a ideia é fazer uma refeição mais substanciosa, a sugestão é a costelinha com molho levemente picante de pêssego (R$ 29,90).

Para acompanhar, o cardápio oferece drinques como a tiorba margarita (R$ 20), que leva tequila, pimenta-calabresa, suco de limão-siciliano e de maracujá. Quem quiser pode criar sua própria receita, que fica registrada para visitas.

Últimas notícias

Comentários