Café mineiro produzido com certificação do governo estadual alcança o mundo

O primeiro lote, com 50 mil sacas do produto com o Certifica Minas, deve chegar à Europa ainda em julho

por Da redação com Agência Minas 03/07/2013 14:43

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
FreeDigitalPhotos.net
(foto: FreeDigitalPhotos.net)
Que nosso estado é reconhecido como centro de produção de café de qualidade, isso não é novidade. E o mercado internacional poderá conhecer o grão de propriedades mineiras inscritas no Certifica Minas Café (CMC), que tem ainda mais valor agregado. A partir deste mês, a Europa deve receber 50 mil sacas de 60 quilos do produto certificado.

O envio é intermediado pela Exportadora de Café Guaxupé,  e de acordo com Niwton Castro, assessor especial de café da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o produto exportado nesse primeiro lote, que tem o diferencial do selo de certificação de propriedade, deve receber uma premiação de R$ 3 por saca sobre o preço de mercado.

Ainda em 2013, deverão ser realizadas também exportações de cafés com o selo UTZ/CMC (parceria UTZ Certified e Certifica Minas Café). Desde maio de 2012, existe um acordo entre a UTZ, sediada na Holanda, e o governo de Minas com o objetivo de ampliar as ações de certificação das propriedades cafeeiras do estado já implantadas por meio do CMC. Neste caso, as vendas para o mercado internacional serão feitas por intermédio da UTZ.

Para Elmiro Nascimento, secretário de estado de agricultura, pecuária e abastecimento, o início das exportações do café com o selo de certificação das propriedades deve reforçar o interesse dos produtores em participar do Certifica Minas Café: "O programa busca, principalmente, melhorar a gestão das propriedades e criar condições para a maior aceitação do produto das lavouras mineiras no mercado externo. Atualmente, há 1.643 propriedades certificadas e a perspectiva é de um registro de 1.750 neste ano".

O Certifica Minas Café tem na sua base um código de conduta para o cumprimento das boas práticas agrícolas. Para conseguir a certificação da propriedade, é necessário o atendimento a 95 itens, dentre esses, 37 relativos a ações voltadas à preservação ambiental e 26 especificamente sobre produção e conservação dos recursos hídricos nas propriedades.

Últimas notícias

Comentários