Invasão italiana na Casa Rio Verde

por Da redação com assessorias 01/11/2013 17:48

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
(foto: Divulgação)
Após realizar pesquisa e degustação de rótulos de mais de cem cantinas (vinícolas) da Itália, a Casa Rio Verde chegou a 27 vinhos, de dez fornecedores – localizados em oito diferentes regiões. Em 2014 a ideia é que sejam adicionados ainda mais produtos italianos.

As novas aquisições da importadora incluem as seguintes regiões: Veneto, Lombardia, Umbria, Emiglia Romagna, Toscana, Marche, Abruzzo e Puglia. Foram adquiridas 15 mil garrafas de vinhos. A gerente geral da empresa, Renata Andrade, explica que o critério adotado na seleção foi trazer vinhos que expressem a tipicidade das regiões e microrregiões escolhidas: "São vinhos que fogem ao chamado padrão comercial internacional, de vinhos superconcentrados. O estilo predominante é aquele que os próprios italianos chamam de vinhos de território. São singulares, que trazem a marca registrada dos lugares onde as videiras são cultivadas. É a fusão das características físicas de cada território e da tradição passada de geração em geração".

Entre os novos rótulos, a gerente destaca o Le Fraghe, da região de Veneto, que é produzido de forma orgânica, e o Terenzi, que recebeu o prêmio Gambero Rosso, como Cantina Emergente de 2013. vale destacar também o vinho Sangiovese (foto), da vinícola La Carraia, de propriedade do enólogo Ricardo Cotarella, considerado o Michel Roland (maior especialista em vinhos do mundo) da Itália.

Últimas notícias

Comentários