De Alagoa para o mundo

Morador do sul de Minas cria loja online e torna famoso o queijo produzido em sua cidade

por Marcelo Fraga 25/11/2013 16:52

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
O site vende até 100 queijos de Alagoa por mês (foto: Divulgação)
Há aproximadamente 100 anos os imigrantes italianos Paschoal Poppa e sua esposa Luiza Altomare Poppa chegaram à pequena cidade de Alagoa, no sul de Minas. Foi aí que teve início a história do queijo no município, que tem pouco mais de 2,7 mil habitantes. Um século depois, a cidade continua com a cultura da produção de queijos, e quem contribui para essa história é o empreendedor Osvaldo Martins de Barros, de 28 anos.

Em 2009, Osvaldo resolveu tirar a simpática cidadezinha do anonimato criando uma página na internet para divulgar e vender os queijos fabricados no município. "Um produtor aqui da cidade reclamou comigo que não estava conseguindo vender seus queijos. Nesse momento, passei a buscar uma solução", conta. Ele explica que se inspirou em alguns sites de culinária, e o resultado foi imediato. "No mesmo ano começaram a surgir os primeiros pedidos online", completa.

Desde então as vendas cresceram e o queijo de Alagoa se tornou ainda mais famoso. Em 2011 vieram os primeiros grandes clientes e, no ano seguinte, o site passou a receber pagamento com cartão de crédito. "Hoje vendemos cerca de 100 peças no varejo e 600 no atacado. A maioria dos pedidos vem de São Paulo e do Rio de Janeiro”, diz o idealizador do site. Ele deixa claro que não fabrica os queijos, mas dá uma força aos produtores: "O site ajuda a cidade e o pessoal que produz a vender. É uma forma de divulgação".

Duas variedades do produto são vendidas no meio eletrônico: o parmesão de Alagoa e o chamado faixa dourada. Ambos são produzidos com leite não pasteurizado, o que, segundo Osvaldo Martins, realça o sabor do queijo. A diferença entre as variedades é o tempo maior de maturação do faixa dourada.

Hoje, a pequena Alagoa tem seu queijo reconhecido e apreciado por famosos como o cantor Lulu Santos, o apresentador de TV Marcelo Tas e o estilista Ronaldo Fraga, que até deixaram seus depoimentos registrados no site criado por Osvaldo. "É um queijo artesanal muito brasileiro, aromático, com aromas de ervas frescas e lácteos. Sabor levemente picante e forte de gosto, intenso e persistente na boca", diz Bruno Cabral, mestre queijeiro e chef no restaurante Donostia, em São Paulo, em depoimento que consta na loja online.

Últimas notícias

Comentários