Preparação de peso

Novos eventos gastronômicos, como o concurso Botecar e os festivais Aproxima e Fartura, além dos tradicionais Comida di Buteco, Brasil Sabor e Restaurante Week, movimentam a cidade no primeiro semestre

por Augusto Franco 25/02/2014 16:26

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Samuel Gê
Participantes do recém-criado Botecar, concurso que reunirá os botecos preferidos pelo público da cidade: novidade vai agitar BH a partir de 09 de abril (foto: Samuel Gê)
 
 
Eles vão entrar com vontade, dar "tudo de si" e fazer seu máximo para garantir um bom resultado. Os jogadores em questão não são especialistas nas quatro linhas, mas donos e chefs dos quase 300 bares, restaurantes e lanchonetes de Belo Horizonte que vão participar dos seis festivais gastronômicos programados para acontecerem antes que a bola role pela Copa do Mundo, no dia 13 de junho. Somados, os certames esperam levar coisa de 2 milhões de comensais a suas mesas e balcões, audiência para Brasil x Argentina nenhum botar defeito.
 
Duduas Profeta
Saideira do Comida di Buteco do ano passado: festa está marcada para 17 de maio, no bairro União (foto: Duduas Profeta)


A preparação intensa começou no ano passado, ainda de maneira conceitual. Agora, com casas escaladas e cardápios competitivos, é hora de entrar em campo para convencer o público e ficar na torcida do aplauso. Entre os certames, o mais aguardado é o Botecar. Trata-se do evento criado por um grupo de bares tradicionalíssimos na capital, que se reuniram para bater bola em abril.
 
Eugênio Gurgel
O chef Eduardo Maya, um dos idealizadores do festival Aproxima: ideia é reunir produtores e restaurantes, sanduicherias e quitandas na cidade (foto: Eugênio Gurgel)


Participam da iniciativa 53 estabelecimentos, entre eles, Patorroco, no Prado; Bar da Lora, no Mercado Central; Bar do Doca, no Gutierrez; Bartiquim, em Santa Tereza; Bar do Véio, no Caiçara; e Bar do Zezé, no Barreiro de Baixo. "Os bares vão criar tira-gostos com o que há de melhor em cada cozinha e aguardam a votação do público", explica Antônio Lúcio, um dos organizadores. Vencem os tira-gostos mais bem votados, assim como a cerveja mais gelada.
 
Eugênio Gurgel
O empresário Rodrigo Ferraz, coordenador do Fartura, outra novidade do ano: festival vai reunir em BH sabores típicos em restaurantes de diversas regiões do país (foto: Eugênio Gurgel)


O mais antigo concurso gastronômico da cidade, o Comida di Buteco, que acontece praticamente na mesma época e chega neste ano à 15ª edição consecutiva, vai de 11 de abril a 11 de maio. A festa da Saideira, que encerra o concurso, será realizada novamente no Largo da Saideira, na avenida Cristiano Machado, no dia 17. De acordo com a gestora de comunicação e operações do Comida di Buteco, Flávia Rocha, a expectativa desta edição é manter o público dos últimos anos. Em 2013, foram registrados, nos 30 dias, 200 mil votos.

Outra novidade na cidade para 2014 é o festival Aproxima, criado pelo gastrônomo e agitador cultural Eduardo Maya, ao lado do também chef Eduardo Avellar. Foi Maya quem criou o Comida di Buteco, ao lado de Maria Eulália Araújo – ele se afastou por questões internas, no ano passado. Há cinco anos, o chef ajudou a fundar a Conspiração Gastronômica, entidade sem fins lucrativos dedicada à pesquisa dos ingredientes e receitas típicas de Minas Gerais.
 
Eugênio Gurgel
Criações como o pato ao molho de ameixas, da chef Samira Lyrio, do Flores Restaurante: uma das muitas delícias oferecidas no Restaurant Week (foto: Eugênio Gurgel)


A intenção, agora, é provocar restaurantes, sanduicherias e lanchonetes da capital a incorporar produtos mineiríssimos, como o pequi, queijo-cabacinha e cachaça de Salinas, em seus cardápios fixos. "Temos uma lista de produtores, uma relação de produtos e seus modos de preparo. Queremos aproximar esse conhecimento da técnica dos restaurantes e do grande público, mineiro e de fora", diz Eduardo Maya. Não por acaso, os 80 estabelecimentos já selecionados oferecerão seus cardápios com sotaque mais carregado durante todo o mês de junho. Antes, de 28 a 31 de maio, produtores e restaurantes farão menus especiais em uma grande feira aberta ao público, que acontece na praça da Estação, batizado de Estação Aproxima.

O conceito é o mesmo do festival Fartura: os restaurantes mais renomados da capital mineira, de São Paulo e de outras regiões do Brasil "levam" suas cozinhas para barracas de rua, oferecendo preparos de alta qualidade a preços populares. Ainda sem data definida, o evento, programado para abril, está em fase final de produção, mas já conta com uma assinatura de peso. Quem está à frente é o empresário Rodrigo Ferraz, coordenador do Festival de Gastronomia de Tiradentes e proprietário da choperia Albano’s e do Haus München. Segundo Ferraz, eventos como esse são uma tendência mundial e BH não pode ficar de fora. Com isso, diz, é possível valorizar a cadeia produtiva e ainda democratizar a gastronomia.

Além do Botecar e do Aproxima, outros dois grandes festivais gastronômicos já definiram suas datas na capital. Um deles é o BH Restaurant Week, de 17 a 30 de março. Nesse período, 60 restaurantes oferecem entrada, prato principal e sobremesa por preços fixos – R$ 39,90 no almoço e R$ 49,90 no jantar. E, entre 1º a 25 de maio, é a vez do Brasil Sabor, com 40 restaurantes associados à Abrasel, que também ofertam pratos de seus menus tradicionais a preços promocionais.
 
 

Últimas notícias

Comentários