Quer saber como fazer um churrasco?

Então confira as dicas de um especialista na área

por Da redação com assessorias 13/05/2015 16:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Frango, peixe e bifes de boi devem ficar próximos do fogo, já que cozinham mais rapidamente (foto: Pixabay)
Perguntar para um brasileiro se ele gosta de churrasco, é "chover no molhado". Porém, nem todos sabem os segredos para se preparar essa delícia que, tradicionalmente, começou no sul do país e se espalhou rapidamente. Como preparar a carne? Quanto tempo de cozimento? E o tempero ideal?

Para tirar essas dúvidas, consultamos Yago Furlan, que é gerente da churrascaria Baby Beef, em belo Horizonte.

Tipos de espeto

Segundo o especialista, as formas de cortar a carne variam de acordo com o tipo de espeto que vai ser usado. A carne com peça inteira é feita dobrada no espeto. Na grelha, deve-se cortar em bifes, no sentido contrário à fibra.

Como dispor a carne na churrasqueira

Peças inteiras de carne vermelha devem ser colocadas a cerca de 40 cm da brasa, uma vez que o calor nessa altura ajuda a selar, preservando o suco. Muito longe do fogo, ela cozinha e perde a umidade interna e, muito perto, a carne queima do lado de fora e permanece crua por dentro. Carnes mais demoradas, com o cordeiro e o porco devem ficar mais no alto da churrasqueira, para que possam cozinhar bem por dentro. Se a carne de boi for disposta em bifes, ela deve ficar a aproximadamente 5 cm do fogo, assim como os peitos de frango e peixes – que cozinham mais rápido.

Como cortar a carne

Sobre os tipos de corte, Yago Furlan orienta: "Os bifes da carne devem ser cortados na diagonal, contra as fibras, para que ela não fique dura" e acrescenta que um dos segredos da carne suculenta é utilizar sempre um pouco de óleo, para que ela não resseque.

Tempero

Para o gerente da churrascaria, é importante ficar atento na hora de temperar. Ele explica que, para a carne de boi e porco, o ideal é temperar com o sal grosso, lembrando de nunca dissolvê-lo na água, pois isso pode deixar a peça muito salgada. Para temperar o frango, ele recomenda a utilização de ervas, champanhe, cerveja, caldo de galinha, colorau, alho e sal fino a gosto. É importante que o tempero fique bem suave, para não tirar o sabor da carne. O tempero do tradicional coraçãozinho leva ervas, caldo de galinha, alho e vinho. Para o carneiro, Furlan acrescenta conhaque e hortelã à mistura.

Qual carne colocar primeiro no fogo?

A ordem indicada para começar a assar as carnes é a seguinte: leitão, cupim e costela, por exemplo, variam de três a quatro horas, então, devem ser colocadas primeiro. Depois vêm o frango, a linguiça e o lombo de porco, que demoram cerca de 15 a 20 minutos. Posteriormente, deve-se colocar as carnes de boi como picanha, fraldinha, alcatra, contra-filé, maminha e picanha nobre, que demoram, aproximadamente, 10 minutos para ficar prontas.

Hora de servir

Quando a carne tiver chegado ao ponto desejado pelos convidados, é só servir. Yago Furlan sugere o molho de chutney de manga, que combina com todo tipo de carne e, para acompanhar, arroz, farofa e vinagrete. Ele ainda dá uma dica final: não jogue água para diminuir a brasa da churrasqueira. O ideal é usar cinzas do churrasco anterior, pois se o carvão fica molhado, a chama pode apagar e só acender novamente quando o carvão estiver seco.

Últimas notícias

Comentários