Qual é o tipo de sal mais saudável?

Conheça a variedade do tempero, que, assim como o açúcar, é essencial na culinária e na vida das pessoas

por Vinícius Andrade 19/08/2015 08:29

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Goole Plus/Larissa Pilz/Reprodução
Sal rosa do Himalaia, sal negro, light, defumado, são muitas as variedades desse tempero, que merece atenção na hora de ser usado, para não causar sérios problemas de saúde (foto: Goole Plus/Larissa Pilz/Reprodução)
Ele não costuma ser visto nos alimentos, mas sua presença faz toda a diferença no sabor da comida. Se for usado em exagero, pode estragar tudo. Se for deixado de lado, o alimento fica sem graça. Ingrediente indispensável para um bom cozinheiro, o sal deve ser utilizado de forma moderada. O que muitos não sabem é que ele também possui versões coloridas, como o sal rosa, o negro e o defumado.

Segundo a nutricionista Milene Cristina Henriques, professora da PUC Minas, você pode escolher o tipo preferido, desde que seja numa quantidade pequena. "A recomendação do consumo de sal é de cinco gramas por dia. O problema é que brasileiro come, em média, 15 gramas.  Para quem tem hipertensão, o recomendado é usar o sal ligth, o marinho ou o líquido. Se a pessoa não tem nenhum problema, pode usar o sal de cozinha, porque ele é bem mais barato. Mas, é preciso ficar atento à quantidade", alerta a especialista.

Conheça os diferentes tipos de sal e suas características, segundo a nutricionista Milene Cristina:

  • Sal de cozinha: também é conhecido como sal refinado. É o mais utilizado pelos brasileiros. Ele é obtido a partir da evaporação da água do mar e acrescido de iodo, por exigência do Ministério da Saúde. Cada grama contém, aproximadamente, 400 mg de sódio. Ele é composto por 60% de cloreto e 40% de sódio. Apesar de ser pobre em nutrientes, tem uma capacidade boa de salgar

  • Sal grosso: segue o mesmo processo de fabricação do sal de cozinha, mas não passa pelo refinamento. Tem praticamente a mesma quantidade de sódio em relação ao sal comum. É muito utilizado para temperar carne, porque não resseca o alimento

  • Sal marinho: também é obtido pela evaporação da água do mar, e não sofre refinamento. Ele é menos processado, por isso, a maior parte dos minerais é preservada. A quantidade de sódio é similar à do sal de cozinha. Os sais rosa e preto, por exemplo, são exemplos de sal marinho

  • Flor de sal: é o sal mais rico em sódio. Ele é retirado da parte mais superficial das salinas. Formam cristais translúcidos e são bem crocantes. Ele é utilizado em alimentos prontos, para dar mais crocância. Não é indicado pelos nutricionistas

  • Sal light: cada grama possui, aproximadamente, 200 mg de sódio. Feito justamente para pessoas que tem problema de hipertensão. Na composição, só tem 50% de cloreto de sódio. O restante é composto por cloreto de potássio, que é diurético. Este sal é indicado para quem tem problema de hipertensão, porque faz o controle hídrico do corpo. Porém, não é recomendando para quem sofre com algum problema renal

  • Sal defumado: possui quantidade de sódio equivalente ao sal de cozinha. É comumente produzido na França e é defumado a partir da fumaça proveniente da queima de barris de carvalho, que são usados no envelhecimento de vinhos. São sais mais aromáticos

  • Sal negro: possui origem vulcânica. Além do cloreto de sódio, também é composto por cloreto de potássio e ferro. A característica marcante é a presença de enxofre. Possui um gosto sulfuroso. A quantidade de sódio é equivalente ao sal de cozinha

  • Sal rosa do Himalaia: possui mais de 80 tipos de minerais (como cálcio, ferro, potássio, cobre e ferro). É retirado de uma região que, no passado, era banhada pelo mar. Seu uso é indicado para temperar carnes grelhadas, saladas e legumes

  • Sal líquido: ele é conhecido por ser altamente puro e por ser dissolvido em água mineral. Possui menos sódio que o sal light (aproximadamente 110 mg para cada grama)

  • Sal do Havaí: possui a coloração rosa avermelhado, porque é proveniente de uma região argilosa, rica em ferro. Cada grama desse sal possui em média 390 mg de sódio

  • Sal de ervas: comumente recomendado por nutricionistas, é uma mistura de ervas com o sal de cozinha. A vantagem é que o alimento fica mais saboroso, sem necessidade de usar tanto sódio

Últimas notícias

Comentários