Já ouviu falar no juçaí, 'primo' do açaí que é bem mais rico em nutrientes?

O fruto da palmeira juçara já faz sucesso no Rio de Janeiro e, em breve, vai conquistar o país

por Vinícius Andrade 02/03/2016 08:26

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Octavio Campos Salles/Sosma.org.br/Reprodução
Aves como a jacutinga já descobriram, há tempos, as qualidades do juçaí, o fruto da palmeira juçara, típica das regiões de Mata Atlântica (foto: Octavio Campos Salles/Sosma.org.br/Reprodução)
Pouca gente sabe, mas existe uma frutinha parecida com o açaí que tem tudo para cair no gosto daqueles que curtem praticar atividade física ou querem se refrescar em dias de muito calor. Trata-se do juçaí, fruto proveniente da palmeira juçara, originária da Mata Atlântica, que pode ser encontrada desde o sul da Bahia até o Rio Grande do Sul.

Apesar da cor e da textura serem semelhantes ao "primo" famoso, o juçaí possui poder antioxidante até quatro vezes maior que o açaí e é 50% mais rico em ferro. Saboroso e energético, o alimento já virou sucesso no Rio de Janeiro e tem tudo para conquistar os mineiros.

Conforme a nutricionista Márcia Betânia Braga, membro do Conselho Regional de Nutricionistas de Minas Gerais, estudos realizados pelo Centro de Pesquisa do Cacau (Cepec/Ceplac) constataram que o juçaí também é mais rico em potássio, ferro e zinco do que o açaí. Os teores de açúcares totais e lipídios também foram superiores no fruto da palmeira juçara, apresentando maior valor energético para essa polpa.

Outro trabalho realizado pelo Instituto de Tecnologia de Alimentos, de São Paulo, foi responsável por verificar o maior teor de antioxidantes no juçaí em relação ao seu "primo". De acordo com a nutricionista, essas substâncias retardam o envelhecimento, aumentam as defesas do organismo e ajudam na circulação sanguínea, protegendo contra o acúmulo de lipídios nas artérias.

Márcia Braga acredita que o juçaí pode se tornar tão popular quanto a fruta típica da Amazônia. "Trata-se de um alimento tão saboroso e nutritivo quanto o açaí. Existem vários investimentos para desenvolver comercialmente o juçaí, promovendo a preservação e o repovoamento da palmeira juçara. Além de gerar renda de forma sustentável", acrescenta a especialista.

Por se tratar de um energético natural, o juçaí é uma ótima opção para quem pratica atividade física. "Devido ao seu poder antioxidante, a fruta reduz o estresse oxidativo e aumenta a proteção contra os danos musculares causados pelo exercício físico", explica a nutricionista.

Últimas notícias

Comentários