Sanduíches do mundo

Do italiano panini ao coreano pork bun. Chefs mineiros ensinam a preparar em casa sanduíches clássicos e contemporâneos que se tornaram tradicionais em vários países

por Aline Gonçalves com assessorias 22/04/2016 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Victor Schwaner/Encontro
(foto: Victor Schwaner/Encontro)
Não é só rechear o pão com o que está "perdido" na geladeira. Fazer um sanduíche pode envolver técnicas refinadas e produtos sofisticados. E, se a receita pegar, até se tornar um clássico gastronômico. Pelo mundo, não são poucos os exemplos. Muitos, inclusive, fogem do hambúrguer e usam tudo quanto é tipo de carne (ou mesmo nenhuma).

Originais da França, os croques madame e monsieur são as sugestões do chef Leonardo Mendes, do Ah!Bon, quando o assunto é sanduíche tradicional. Do Vila Árabe, vem a receita do beirute, um meio brasileiro, meio libanês. Na Enoteca Decanter, fazem sucesso os paninis com suas diferentes opções de recheio, assim como na Itália. O chef Henrique Gilberto, do Rullus Buffet, tem uma indicação pouco usual, original da Coreia do Sul e popular na Inglaterra: trata-se do pork bun. Já do Buffet Fora do Comum aparecem duas sugestões, sendo uma francesa, o pan bagnat, e a outra norte-americana, o bagel lox.

Seja usando carne de porco, boi ou salmão defumado, o sanduíche é mesmo versátil. Dependendo dos ingredientes, vale por uma refeição, sempre com a praticidade de ser consumido sem talheres. Quem pode dizer, então, qual será a próxima receita adorada de norte a sul?



Conheça os sanduíches que se tornaram tradicionais pelo mundo afora:


Bagel lox: Estados Unidos
Victor Schwaner/Encontro
(foto: Victor Schwaner/Encontro)

Pork Bun: Coreia do Sul
Rogério Sol/Encontro
(foto: Rogério Sol/Encontro)

Panini de Búfala: Itália
Paulo Márcio/Encontro
(foto: Paulo Márcio/Encontro)

Beirute: Líbano/Brasil
denis Medeiros/Encontro
(foto: denis Medeiros/Encontro)

Croque Monsieur e Croque Madame: França
Samuel Gê/Encontro
(foto: Samuel Gê/Encontro)

Últimas notícias

Comentários