Alimentos ricos em vitamina C podem evitar a progressão da catarata?

Segundo estudo, dieta e estilo de vida podem ajudar a retardar essa doença ocular muito comum

por Da redação com assessorias 29/04/2016 16:41

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Segundo a pesquisa inglesa, o consumo de alimentos ricos em vitamina C e o estilo de vida saudável conseguem reduzir em quase 100% a progressão da catarata (foto: Pixabay)
Uma dieta rica em vitamina C pode reduzir em 1/3 o risco da progressão da catarata, segundo um estudo publicado no jornal científico Ophthalmology, da Academia Americana de Oftalmologia. A pesquisa também é a primeira a mostrar que a dieta e o estilo de vida podem desempenhar um papel maior do que a genética no desenvolvimento da catarata e em relação à gravidade do problema.

"A catarata ocorre naturalmente. Em decorrência da idade, o cristalino torna-se opaco. Apesar da grande evolução da cirurgia moderna de catarata, a moléstia permanece a principal causa de cegueira global", afirma o oftalmologista Virgílio Centurion, diretor do Instituto de Moléstias Oculares, de São Paulo.

A pesquisa da Faculdade King, de Londres, analisou se determinados nutrientes dos alimentos ou suplementos podem ajudar a prevenir a progressão da catarata. Ela também tentou descobrir se fatores ambientais, tais como a dieta, importavam mais ou menos que a genética nesse processo.

A equipe de cientistas ingleses examinou dados de mais de mil pares de gêmeos do sexo feminino no Reino Unido. As participantes responderam a um questionário alimentar para controle da ingestão de vitamina C e de outros nutrientes, incluindo as vitaminas A, B, D, E, e os mineiras cobre, manganês e zinco. Para medir a progressão da catarata, imagens digitais foram utilizadas para verificar a opacidade do cristalino das participantes do estudo, que tinham mais de 60 anos de idade. Os pesquisadores realizaram o acompanhamento de 324 pares de gêmeos por cerca de 10 anos.

"Durante o curso da pesquisa, as dietas ricas em vitamina C foram associadas a uma redução de risco de 20% da catarata. Após 10 anos, os pesquisadores descobriram que as mulheres que relataram consumir mais alimentos ricos em vitamina C tiveram uma redução de risco de 33% da progressão da catarata. Os fatores genéticos foram responsáveis por 35% da diferença na progressão da catarata. Fatores ambientais, tais como a dieta, foram responsáveis por 65%. Estes resultados tornam o estudo o primeiro a sugerir que os fatores genéticos podem ser menos importantes na progressão da catarata do que pensávamos antes", explica Virgílio Centurion.

Segundo os pesquisadores, a vitamina C inibe a progressão da catarata devido às suas propriedades antioxidantes. O fluido dentro do olho é normalmente elevado em vitamina C, o que ajuda a evitar a oxidação, que encobre o cristalino. Dietas que incorporam esse nutriente podem aumentar a quantidade presente no fluido em volta da lente, proporcionando proteção adicional. "Os pesquisadores observaram que os resultados referem-se apenas ao consumo de nutrientes através dos alimentos e não de suplementos vitamínicos", destaca o oftalmologista.

Últimas notícias

Comentários