Batata pode ser guardada na geladeira?

Saiba quais alimentos devem ser mantidos ou não sob refrigeração

por Vinícius Andrade 16/05/2016 08:40

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Saiba se alguns alimentos podem mesmo ser guardados na geladeira, como a cebola, o alho e o azeite de oliva (foto: Pixabay)
Deixar à temperatura ambiente ou armazenar na geladeira? Qual a melhor opção? Para alguns alimentos, não existe dúvida, como é o caso do queijo, da carne e do ovo. Você já deve ter titubeado, no entanto, com outros ingredientes como, por exemplo, o pão de forma, a batata e o tomate. O refrigerador é um grande aliado para a conservação das comidas, mas nem sempre é a melhor opção. Na maioria das vezes, a escolha certa vai depender do seu objetivo.

Como seria impossível listar todos os alimentos que podem ou não ir para a geladeira, escolhemos seis que geram mais dúvidas quanto ao armazenamento. A avaliação quanto á conservação adequada é da nutricionista Milene Cristina Henriques, professora da PUC Minas.

Batata
Pixabay
(foto: Pixabay)

Muito se fala que a batata não deve ir à geladeira porque ela se torna mais doce e farinhenta. Porém, Milene afirma que a produção de glicose a partir do amido da batata é catalisada com o aumento da temperatura. Portanto, armazenar este alimento na geladeira não vai deixá-lo mais doce. Na avaliação da nutricionista, ele pode ser levado ao refrigerador normalmente.

Alho
Pixabay
(foto: Pixabay)

A geladeira realmente não é o melhor destino para o alho. O sabor e a consistência são alterados pela variação de umidade, segundo a especialista. Além disso, o alimento apodrece mais rápido.

Pão
Pixabay
(foto: Pixabay)

Na geladeira, o pão resseca, portanto, fica mais duro. Contudo, o processo de mofos e fungos vai se estender por mais tempo. Se você comprou um pacote de pão de forma e vai consumi-lo em até quatro dias, a melhor opção é deixá-lo fora da geladeira. Mas, se o alimento for durar mais de cinco dias, é aconselhável guardá-lo no refrigerador.

Azeite
Pixabay
(foto: Pixabay)

Não se deve armazenar o azeite na geladeira. Ele se torna mais viscoso e tem o sabor alterado. "O ideal é mantê-lo protegido da luz, em local fechado e em temperatura ambiente", recomenda a nutricionista.

Tomate
Pixabay
(foto: Pixabay)

As baixas temperaturas diminuem o processo de amadurecimento do tomate, assim como de qualquer outra fruta. Se você vai consumir o alimento no mesmo dia, para fazer um molho, por exemplo, é melhor deixar fora da geladeira. Mas, se o objetivo é que dure por mais tempo, é aconselhável guardá-lo no refrigerador.

Vale ressaltar que as frutas armazenadas na geladeira não sofrem perdas consideráveis de vitaminas, desde que estejam intactas. Mas, se o alimento for manipulado, a perda vai ser grande. "Uma laranja aberta, na geladeira, sofre muita perda de vitamina. Um suco da fruta na geladeira já não tem praticamente nenhuma vitamina depois de 30 minutos", explica Milene Henriques.

Cebola
Pixabay
(foto: Pixabay)

A lógica é a mesma do alho. Na geladeira, a umidade faz a cebola se deteriorar mais rapidamente. Porém, uma boa alternativa para não "chorar" ao partir esse alimento, é guardá-lo no refrigerador. "Deixando a cebola na geladeira, diminui a volatilidade do gás que tem nela, e que nos faz 'chorar'", esclarece a nutricionista.

Últimas notícias

Comentários