Muito samba e chorinho na despedida do Botecar

A festa Resenha será realizada no estacionamento do Parque das Mangabeiras no próximo sábado (28)

por Encontro Digital 23/05/2016 14:51

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Alexandre Carvalho/Encontro
A Resenha Botecar espera repetir o sucesso de público de 2015. O evento contará com 40 tira-gostos participantes do festival e muita música para animar os convidados (foto: Alexandre Carvalho/Encontro)
Quem não teve tempo de se deliciar com os tira-gostos do festival Botecar 2016, que contou com 50 bares e botecos de Belo Horizonte, ainda terá chance de provar muitos quitutes na festa de encerramento. A Resenha Botecar, que será realizada no estacionamento do Parque das Mangabeiras, no sábado, dia 28 de maio, reunirá 40 barraquinhas à disposição do público que, além do cardápio que fez parte do festival, ainda vai poder se divertir ao som de samba e chorinho.

Entre cervejas geladas e tira-gostos, quem for à Resenha Botecar – a entrada pode ser trocada por 2 kg de arroz ou feijão –, terá à disposição uma programação cultural bem rica. Além de palestras com os chefs Ivo Faria (Vecchio Sogno) e Edson Puiati (coordenador do curso de gastronomia da Una) e com o radialista Acir Antão, o evento contará com apresentações das bandas Clube do Choro (MG), Grupo Flor de Abacate (MG), Banda do Marcão (MG), Banda Zé da Velha e Silvério Pontes (RJ) e Cordão do Boi Tatá (RJ).

"Nós chegamos à 3ª edição do Botecar com a certeza de que o evento foi abraçado pela população, não só por fomentar a gastronomia mineira, mas também por resgatar a cultura dos botecos de raíz na cidade. A Resenha vem para coroar todo um trabalho realizado pelos bares que participaram em 2016, e ainda oferecer ao público a oportunidade de revisitar um petisco de que tenha gostado ou até mesmo provar um novo, que não tenha dado tempo. Além de aproveitar a programação cultural oferecida no dia, com palestras de chefs renomados, shows e exposições", diz Antônio Lúcio Martins, organizador do evento. Segundo ele, a Resenha Botecar 2016 foi pensada de modo que traduzisse Belo Horizonte e, por isso, foi feita a escolha por usar mais uma vez o parque símbolo da capital mineira. "Esperamos receber um público de 6 mil pessoas", comenta.

Se você curte samba e chorinho, ritmo brasileiro que está completando 100 anos em 2016, ouça, abaixo, à clássica composição de Pixinguinha e Benedito Lacerda, Marilene:


Resenha Botecar 2016

Onde:
Parque das Mangabeiras
Data: 28/5
Horário: das 12h às 22h
Entrada: trocar ingresso por 2 kg de arroz ou feijão (não haverá troca no dia do evento. Menores de 18 anos apenas acompanhados dos pais ou responsáveis e crianças de até 10 anos entram sem ingresso)
Ponto de troca: Central dos Eventos (rua Fernandes Tourinho 470, loja 16, Savassi)

Palestras (acontecem no espaço de convivência):

  • Gastronomia – 16h30 com o chef Ivo Faria (Vecchio Sogno) e às 17h com o chef Edson Puiatí (coordenador do curso de gastronomia da Una)
  • Samba e Choro – 15h30 com André Diniz, sobre chorinho, e 16h com Acir Antão, sobre samba
Atrações musicais:

  • Clube do Choro de Belo Horizonte convida Ausier Vinícius (MG)
  • Grupo Flor de Abacate – Juninho Braga e Gisele Couto (MG)
  • Banda do Marcão (MG)
  • Banda Zé da Velha e Silvério Pontes (RJ)
  • Banda Cordão do Boi Tatá (RJ)
Exposições:

  • Exposição de fotografia 100 Anos de Samba e Choro (coletânea do trabalho de diversos fotógrafos)

Últimas notícias

Comentários