Por que não temos picolé ou sorvete de laranja?

Especialista esclarece essa dúvida comum do brasileiro

por Vinícius Andrade 08/06/2016 16:23

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Suco de laranja não falta na mesa do brasileiro, mas por que não temos picolé ou sorvete dessa fruta? Confira a explicação da especialista (foto: Pixabay)
Você já reparou que picolés ou sorvetes de laranja são extremamente raros? Alimentos congelados de limão são fáceis de serem comprados, mas, produtos que contenham o sabor de laranja são praticamente impossíveis de serem encontrados. Por quê? A cientista de alimento Lúcia Peret explica que o sumo dessa fruta costuma amargar com o passar do tempo, por isso, seus subprodutos não são bem aceitos pelo mercado.

O suco de limão, no entanto, também deixa um sabor amargo, característica comum das frutas cítricas. Sob essa lógica, sorvetes de limão não seriam encontrados com tamanha facilidade. Porém, Lúcia Peret esclarece que para fazer uma limonada, é necessário menos limões em comparação com a quantidade de laranjas para se obter uma laranjada. Sendo assim, a proporção de amargor não aparece no picolé de limão, segundo a cientista de alimento.

Outro ponto levantado pela especialista é a oferta abundante de laranja no Brasil, o que dificulta a criação de outros produtos derivados da fruta. "A tendência é que você chupe o picolé e compare com o sabor do suco. A indústria só investe em produtos em que ela vê perspectivas de venda", comenta Lúcia.

Na verdade, já existe solução para acabar com o amargor do picolé de laranja, mas a tecnologia para a extração dos óleos da fruta é cara, o que inviabiliza o custo do produto final.

Últimas notícias

Comentários