Coca-Cola faz mal para quem tem problema na tireoide?

Boato diz que a bebida afeta a absorção de potássio. Especialista esclarece a questão

por Marcelo Fraga 23/09/2016 18:37

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
A glândula tireoide é sempre o tema principal quando o assunto é obesidade. Isso porque a glândula, que fica localizada no pescoço, é responsável, entre outras coisas, pela regulação dos batimentos cardíacos e pela garantia do bom funcionamento do intestino.

Quando a tireoide está desregulada, ocorre a liberação excessiva de hormônio, o que causa uma doença conhecida como hipertireoidismo - um dos sintomas é a perda de peso. Por outro lado, quando a glândula não produz hormônios suficientes, ocorre o hipotireoidismo, que pode causar, entre outros problemas, a obesidade.

Nas redes sociais, é comum encontrar boatos de alimentos que podem ocasionar ou agravar os problemas ligados à tireoide. Entre eles está a Coca-Cola. Muitos sites e blogs afirmam que a bebida, por conter ácido fosfórico na composição, pode complicar ainda mais a vida de quem tem algum distúrbio na glândula tireoide, por supostamente atrapalhar a absorção de potássio. Será verdade?

Segundo o endocrinologista William Pedrosa, do Instituto Mineiro de Endocrinologia, essa afirmação encontrada na internet não procede. "Não existem evidências científicas ligando o consumo de Coca-Cola ao surgimento ou agravamento de problemas na tireoide. O que se encontra na internet são apenas boatos", esclarece o especialista.

Ainda de acordo com o médico, não existe estudo científico relacionando a tireoide ao consumo de qualquer alimento que contenha ácido fosfórico - ou seja, não ocorre a diminuição da absorção de potássio e o consequente problema na glândula.

Últimas notícias

Comentários