De olho nos mineiros

por Andréa Castello Branco 08/06/2011 09:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Cláudio Cunha e Divulgação
None (foto: Cláudio Cunha e Divulgação)

Que o disputado mercado de hotéis e resorts de luxo vive uma fase de grande crescimento em todo o país, você já deve saber. O que você talvez não saiba é que Minas Gerais é peça central nessa história. Grandes grupos do setor, como o Salinas, Breezes, Transamérica e Club Med, sabem que o mineiro gosta de viajar a destinos praieiros até mais do que o turista de outros estados. E, por isso, resolveu investir pesado para tentar conquistar nosso mercado.

 

O Club Med acaba de inaugurar em Belo Horizonte o primeiro Shop in Shop do grupo nas Américas. Trata-se de uma ferramenta para seduzir clientes com informações pormenorizadas sobre as viagens que o grupo oferece ao redor do mundo. E, em especial, sobre os três resorts da rede no Brasil.

 

“Queremos, com isso, possibilitar uma ocupação melhor do resort Trancoso, cidade muito visitada pelos mineiros. Mas também já estamos pensando em viabilizar a ocupação de nosso quarto village no país, na região de Búzios, que será inaugurado em dezembro de 2013”, explica Janyck Daudet, CEO do Club Med América Latina.

 

Henri Giscard d’Estaing, CEO mundial do Club Med: novidade em BH vai ajudar na ocupação do resort em Trancoso

 

Segundo ele, a capital mineira é o terceiro maior mercado do país. E representa 15% das vendas do grupo, além de ter uma posição geográfica estratégica em relação aos resorts.

 

“Minas é um dos estados mais dinâmicos e promissores do país. Temos um grande número de clientes mineiros. Hoje, 15% dos hóspedes brasileiros no Club Med são daqui”, afirma o francês Henri Giscard d’Estaing, CEO Mundial Club Med, que esteve em Belo Horizonte para o lançamento do projeto.

 

Até o final de 2012, serão abertos outros quatro espaços similares no país: dois em São Paulo, um no Paraná e outro no Rio Grande do Sul. A agência escolhida para ser a embaixada do Club Med em Minas é a Green Tour, que terá uma equipe especializada para atender tanto clientes quanto outras agências de turismo brasileiras. A intenção é que a nova estratégia aumente as vendas em 40%.

 

Além de paisagens únicas em países pouco explorados do ponto de vista turístico, o Club Med proporciona aos hóspedes um padrão de sofisticação: spas, aulas de esportes especializados, gastronomia internacional, design único e atenção especial para as famílias. Um modelo de gestão que acabaria sendo copiado por outras redes hoteleiras.

 

“O que nos faz os melhores do mundo é o fato de sermos pioneiros. Chegamos primeiro em vários lugares: inauguramos o primeiro resort em Cancun, o primeiro no Sul da Bahia e agora somos os desbravadores da China. Criamos tanto o conceito dos villages quanto de All Inclusive. Mas o mais importante é que a ideia de ‘proporcionar felicidade’ está na origem do Cub Med. E isso ninguém copia”, diz Henri Giscard d’Estaing, que, otimista, pretende conquistar pelo menos 50 mil hóspedes no Brasil este ano.

 

 

Últimas notícias

Comentários