Sob a mira das noivas

por Ana Cláudia Esteves 09/06/2011 14:19

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Cláudio Cunha, Eugênio Gurgel, Barbara Dutra e Divulgação
None (foto: Cláudio Cunha, Eugênio Gurgel, Barbara Dutra e Divulgação)

Ele traduziu da melhor forma o momento atual – e não apenas da Inglaterra. Vestida com discrição e elegância, sem exageros, a plebeia Kate subiu ao altar com o príncipe William, na abadia de Westminster, em Londres, com um modelito apropriado não só estilisticamente, mas também economicamente falando. Um belo vestido de noiva, com detalhes em renda, mangas compridas, silhueta bem marcada e decote condizente com sua posição. Enfim, chique, mas sem extravagâncias. Bom, vamos deixar falar quem entende do assunto...

 

 

 

Victor Dzenk

 

“Quanto ao vestido achei que faltou cauda e uma pitada de ousadia, talvez por medo de errar. Ela tem seu estilo próprio, mas faltou ser princesa. De qualquer forma, no momento recessivo pelo qual o mundo está passando, ela foi adequada, sem excessos. O que eu mais gostei foi a tiara, lindíssima. O cabelão assumido solto e natural também tem meu aval.”

Ronaldo Fraga

 

“Ficou a cara desse momento pelo qual a Inglaterra está passando. Há quem diga que é uma cópia do vestido de Grace Kelly, e realmente é impossível não associar o estilo. Achei que faltou criatividade, mas foi um modelo correto para a personalidade dela, que nunca iria ousar e nem vai se tornar uma referência estilística como a Grace. Se você me perguntar qual eu prefiro, é o da Grace Kelly, claro, a cabeça era mais bonita e compunha melhor o visual. Aquele cabelo solto da Kate ficou parecendo que ela estava em uma simples prova de roupa.”

Patricia Rezende

 

“Achei que Kate mostrou um vestido próprio para o horário: sem brilhos, com uma manga comprida bem delicada para a temperatura londrina e, sobretudo, a cauda de remover, deixando-a bem livre após a cerimônia. O estilo do vestido estava digno de uma princesa. No estilo Grace Kelly, ela preferiu não lançar moda como a princesa Diana, que será eterna. Quanto ao corte, o modelo clássico escolhido tomou formas modernas através das pregas da cintura, valorizando a silhueta esguia. Apenas não gostei do cabelo solto e do véu confeccionado no tule de seda. Um coque alto ou baixo iria compor melhor um vestido tão rico e elegante.

Graça Ottoni

 

“A princesa escolheu um modelo de vestido que valorizou o que ela tem de melhor. Com um decote bem colocado e um caimento fantástico, Kate conseguiu unir modernidade e classe em um modelo muito bonito.
O véu quase cobrindo inteiramente a face traduziu mistério e nobreza, o que também tinha tudo a ver. O cabelo solto e sorriso constante no rosto compuseram com harmonia o visual.”

Matilde Marques

 

O modelo foi muito apropriado não só para o horário do acontecimento, mas também para a posição e tipo físico de Kate: ela é magra e teve a silhueta muito bem definida com a cintura marcada e um decote profundo e ousado sem ser sensual. O vestido tem a riqueza da renda, sem brilhos, adequado para uma cerimônia à luz do dia. Ela foi atemporal, clássica e chique; no entanto, a meu ver, poderia ter prendido o cabelo, combinaria mais com tanto requinte.


Últimas notícias

Comentários