A garota da capa e o delivery

por André Lamounier 05/07/2011 06:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Para aumentar a cordialidade no trânsito, Encontro está lançando uma campanha intitulada Encontro: Gentileza no Trânsito. Nosso intuito é provocar uma mudança de atitude nas pessoas. A ideia surgiu da percepção de que a intolerância nas vias públicas vem aumentando no ritmo em que aumenta a circulação dos carros. Cresce a intolerância, cresce a violência. A raiz do problema está no comportamento das pessoas. Todo cidadão inteligente prefere trafegar pelas ruas em paz, respeitando e sendo respeitado. A revista quer contribuir para seguirmos nesta direção.

 

É a primeira vez que Encontro lança uma campanha de mobilização pública, com o propósito de melhorar a qualidade de vida em nossa cidade – bandeira que a revista adotou. A proposta também inova em outro campo: a integração das mídias. Para dar sustentação à iniciativa, estamos lançando uma página na internet (hotsite) para discutir o assunto. Vamos ainda detonar ações nas redes sociais, tarefa entregue à jovem, bonita e competente Flávia Kallil. Com 26 anos, profissional da área de Comunicação Social, essa cruzeirense roxa conhece a Encontro como leitora desde quando a revista foi lançada, há quase 10 anos. Mais tarde, tornou-se personagem de uma de nossas matérias, capa da edição de novembro de 2009, cujo título era “Loucas por futebol”.

 

“Fiquei impressionada com a repercussão e credibilidade da revista. Não foram 15 minutos de fama, mas um mês inteiro”, diz. “Passei a ter fascínio pela publicação e decidi que queria trabalhar na Encontro”. Obstinada, um ano e meio depois e aqui está ela, engrossando nosso time.

 

Outra reportagem ganhou destaque nesta edição: “O teste do delivery”. A matéria, que avalia a qualidade de serviços de entrega de comida das principais casas da cidade, levou cerca de dois meses para ser apurada. O trabalho foi coordenado pelo jornalista João Barile, conhecido como JB, e envolveu outros três profissionais de nossa equipe: João Paulo (o JP), Rafael (o Rafa) e Ana Cláudia (a Aninha). “A boa notícia é que, em geral, o serviço oferecido pelos deliveries em BH é de boa qualidade”, diz JB. “A ruim é que a maioria das casas atende apenas a zona sul”. A única mulher do grupo também gostou. “Foi uma delícia fazer este trabalho, além de muito divertido”, diz Ana. “O problema é que ganhei uns quilinhos a mais”. Que nada, Aninha. Fique tranquila. Você pode.

 

 

 

Flávia Kallil e a capa de novembro de 2009 JB (com a pizza), um entregador e a equipe, Rafa, Aninha e JP

Últimas notícias

Comentários