Paula Fernandes no Palácio das Artes

por Daniela Costa 14/12/2011 05:38

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
None

Uma noite de festa

 

A revista Encontro e a Nestlé celebraram, em grande estilo, mais um ano de vida. O local escolhido, o Palácio das Artes – Grande Teatro e Foyer –, ficou completamente cheio, com 1.700 convidados, brindados com a rara oportunidade de ver a cantora Paula Fernandes, sensação do momento no cenário artístico nacional, ao vivo, no palco, em Belo Horizonte. A diva sertaneja encantou todo mundo com seu repertório romântico e um espetáculo perfeito, e desfilou sua simpatia e beleza, além de um figurino digno de estrela.

 

No evento, realizado dia 17 de novembro, foram celebrados nada menos que os 90 anos da Nestlé, empresa que é destaque internacional no ramo de alimentos e bebidas, e os 10 anos de sucesso da revista Encontro, que serão completados em 2012.

 

Em seu show, a cantora, compositora e violonista setelagoana, acompanhada de banda, mostrou por que é a preferida no circuito pop rural, cantando seus sucessos mais conhecidos, muitos deles reunidos no disco mais novo, Paula Fernandes ao Vivo.

 

Aos 27 anos, Paula Fernandes é dona de uma voz inconfundível que, dependendo da canção, ganha entonação ainda mais romântica e aveludada. Mas os desavisados que não se enganem. A aparência é de menina, mais o vozeirão é mesmo de uma mulher determinada – o que explica o fato de, ainda tão jovem, já ter em seu currículo 19 anos de carreira.

 

 

 

No camarim da estrela

 

Nem o cansaço de quase duas horas de espetáculo impediu que, nos bastidores, Paula esbanjasse simpatia, recebendo muitos fãs. Ao contrário do figurino luxuoso apresentado no palco, a artista vestia calça estilo cintura alta e regata branca, sem perder o glamour. Solícita, atendeu a pedidos de fotos e autógrafos e recebeu a cantora mirim Mayara Fernandes, uma das muitas crianças que assistiram ao show. Aos 9 anos de idade e cantando há menos de um ano, a menina pôde mostrar um pouco de seu talento à cantora. “Consegui cantar duas canções para a Paula. Ela até brincou que eu sou ela quando era pequena e elogiou o meu trabalho”, disse Mayara, com orgulho. O camarim também reuniu gente famosa, como os irmãos César Menotti & Fabiano, que trocaram o palco, desta vez, pela plateia.

 

 

 

Luzes e cores no palco

 

O cenário do espetáculo foi atração à parte. Mistura de cores e luzes, representando bem suas raízes sertanejas e a paixão da cantora mineira pelo campo. Ao fundo do palco, uma grande árvore criada pela cenógrafa Gigi Barreto deu ao espectador a impressão de que suas folhas estavam sendo levadas pelo vento. Conforme os feixes de luz incidiam sobre elas, elas ganhavam tonalidades verdes e amarelas. O projeto cenográfico, idealizado pelo diretor de fotografia Marcos Olívio, foi feito para embalar visualmente as mensagens contidas em cada melodia, através da mistura de todos os elementos.

 

A iluminação dava um toque especial ao ambiente, que, a cada canção, sofria uma metamorfose de cores, em tons de rosa, verde, azuis e vermelhos, provocando contrastes perfeitos. Em alguns momentos, a escuridão era total e a luz focalizando apenas a cantora realçava ainda mais a sua bela presença.

 

 

 

A promoção

 

Antes do início do show, os convidados foram recebidos com um coquetel de boas-vindas, que reuniu os tradicionais petiscos e ainda chocolates e sorvetes da Nestlé. O bufê ficou por conta de Célia Soutto Mayor e foi acompanhado por generosas taças de champanhe. Ao final do espetáculo, o clima ficou ainda mais doce na farta brigaderia montada especialmente para a ocasião pela Nestlé, que ainda ofereceu a cafeteria Dolce Gusto.

 

 

 

Pura sensualidade

 

Figurinos ousados são a marca registrada de Paula Fernandes. Por isso mesmo ela arrancou suspiros dos homens, olhares admirados das mulheres e esbanjou sensualidade no palco do Palácio das Artes. Os modelos, em sua maioria assinados pela estilista mineira Patricia Nascimento, são uma mistura do clássico, moderno e country. Todos feitos sob medida para valorizar a bela silhueta da cantora. A fórmula tem dado certo, tanto que Paula foi eleita pela revista VIP a 16ª mulher mais sexy do mundo. “As pessoas conhecem minha voz e agora quero que conheçam a minha imagem”, afirma a artista.

 

O primeiro vestido, mais ousado, foi um vermelho, bordado com paetês e composto por uma microssaia rodada, que a fez parecer uma bela adolescente. O detalhe ficou por conta da fenda transversal, do ombro direito até o seu quadril. Para compor o figurino, maquiagem ousada e cabelos soltos. O segundo vestido, na cor creme, mais romântico, foi um longo com flores ao longo do colo e ombros, casando perfeitamente com o ambiente lúdico. O cabelo trançado completou o look. Já o terceiro modelo, um macaquinho em tule dourado, bordado com paetês e com transparências, encerrou o “desfile” no ápice. Os cabelos, presos no alto da cabeça. Se a intenção de Paula era deixar sua marca, com certeza ela conseguiu.
 

 

 

 

Emoção à flor da pele

 

Com o Grande Teatro lotado e um público ansioso, Paula Fernandes fez sua entrada de estrela no palco, quando os músicos espalhados pelo palco introduziram a primeira canção. Aplausos e muita tietagem foram os tons da noite. Antes mesmo de subir ao palco, a voz grave e intensa da artista pôde ser ouvida, sussurrada ao microfone.

 

A emoção se tornou visível quando Paula se apresentou, cantando sucessos como Pássaro de Fogo, Meu Eu em Você e Espaço Sideral. Até mesmo aqueles que ainda não conheciam o seu trabalho se surpreenderam com o talento e o carisma. Mas o ápice da apresentação aconteceu mesmo quando a musa interpretou a canção Seio de Minas, em homenagem à terra natal, Sete Lagoas.

 

Lá pela metade do show, Paula cantou seus principais hits românticos, embalada por um balanço enlaçado por flores, e ainda convidou a pequena Júlia Amaro Prates Pereira, 5 anos, a balançar no tão desejado objeto. Um sonho que a menina não imaginava realizar tão cedo. “A Júlia sempre foi apaixonada pela Paula. Em casa tem vários CDs e DVDs que usa para ensaiar suas músicas e coreografias. Para ela, foi um grande presente conhecê-la pessoalmente”, contou a avó, Aparecida Prates Pereira.
 

Últimas notícias

Comentários