Gente fina

por Guilherme Torres 23/02/2012 13:22

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Marcelo Maragni/Red Bull/divulgação, Daniel Arata/divulgação, Alex Carvalho/TV Globo/divulgação, Bárbara Dutra, Midori De Lucca/divulgação
None (foto: Marcelo Maragni/Red Bull/divulgação, Daniel Arata/divulgação, Alex Carvalho/TV Globo/divulgação, Bárbara Dutra, Midori De Lucca/divulgação)

O melhor das Américas

 

Fascinado por motocicletas desde criança, o mineiro Felipe Zanol, 30 anos, pilotou pela primeira vez aos 14, seguindo os passos do pai, e nunca mais parou. De lá para cá já foram diversas competições e quase 50 prêmios. Só em 2011 ele levou para a estante os títulos de heptacampeão brasileiro de enduro, pentacampeão Brasileiro de Cross Country, campeão da Copa Pakato de Enduro e vice do Rally dos Sertões. E, como bom competidor que se preze, Felipe já começou 2012 com mais um desafio desta vez, o maior de sua vida: encarar o Rally Dakar, a maior prova off-road do mundo, com duração de 15 dias, percorrendo três países (Argentina, Chile e Peru) num total de 8.363 quilômetros de desafios. “O Dakar é algo inimaginável. Por mais preparado que esteja, a prova impressiona pelas dificuldades. Mas quero voltar e estar cada vez mais direcionado às provas de rali”. Primeiro mineiro a competir no Dakar, Felipe ficou com a 10ª posição geral entre os 188 motociclistas. Parece distante do topo do pódio? Que nada! O lugar garantiu a ele o posto de mais veloz corredor das Américas.

 

 

 

Das passarelas ao altar

 

A bela Yasmin Brunet, 23 anos, confirmou que vai mesmo subir ao altar em 2012. O noivo é o modelo, mineiro de Ubá, Evandro Soldati, 26 anos, com quem ela está namorando há pouco mais de seis meses. Até os 15 anos, Evandro nunca tinha saído de Minas e nem imaginava ir parar nas passarelas. Hoje, ele é dos nomes de maior prestígio entre os modelos masculinos no mundo. Já desfilou e posou para grifes como Roberto Cavalli, Versace, Dolce & Gabbana, Lacoste e dezenas de outras. Ganhou maior projeção depois de contracenar com a cantora Lady Gaga no clipe Alejandro, em 2010. Sobre o casamento, ainda não está decidido onde será realizado. Ele não faz exigências; já Yasmin quer que seja em Nova York, onde mora o casal. Já a mãe dela, Luiza Brunet, prefere que seja no Brasil. O impasse está criado.

 

 

 

De cabelos novos

 

A primeira-dama de Belo Horizonte, F, 63 anos, entrou em 2012 com visual novo, bem moderno. A repaginada nas madeixas, mais curtas e um pouco mais escuras - sugestão da filha Juliana -, até poderia ser motivada pela alegria das conquistas do marido, o prefeito Marcio Lacerda, eleito o melhor do Brasil em 2011, em recente pesquisa do Ibope. Mas não é. O motivo é que Regina se tornou avó de três meninos no passado, e agora se prepara para ganhar a primeira netinha, no próximo mês, filha da nora Manuela. Feliz da vida com a prole que só vem crescendo, ela achou importante dar a rejuvenescida: “Não quero ser uma avó careta. Quero ser uma avó fashion”, brinca.

 

 

 

Fim do anonimato?

 

O sonho de ser atriz admirada, que motivou Andréia Horta, 28 anos, a deixar Juiz de Fora há 11 anos e estudar artes cênicas em São Paulo, parece concretizado. Depois de participar de três novelas na Record, duas na Rede Globo e algumas séries, ela chegou a declarar que “ninguém sabe o meu nome”, ressaltando o “anonimato” que ainda vive fora das câmeras. Mas, ao que tudo indica, 2012 promete ser o ano da atriz. Apontada como uma das novas promessas da TV brasileira, Andréia fincou de vez os pés na Globo e está escalada para a próxima novela das seis, Amor Eterno Amor, que vai substituir A Vida da Gente, em março. Sob um calor de mais de 40 graus, a atriz está gravando em Belém, no Pará, ao lado dos atores Gabriel Braga Nunes, André Gonçalves, Cássia Kiss, Carol Castro, Carmo Dalla Vecchia, entre outras estrelas cujos nomes e rostos todo mundo já conhece.

 

 

 

Entre bordados e rendas

 

Deixar a faculdade de direito no quarto ano para se dedicar ao mundo da moda não foi fácil, mas para Patrícia Bonaldi também foi a grande sacada. Com talento para criação, a jovem de Uberlândia começou com uma loja de multimarcas antes de lançar sua própria marca homônima. Não demorou e a grife de alta costura para moda festa com rendas, paetês e pérolas ganhou o mercado e se alastrou por 16 países e 180 pontos de venda no Brasil. Agora, ela comemora novas conquistas: abriu sua primeira loja própria fora de Minas, em São Paulo, na região dos Jardins.
Patrícia é também a única estilista brasileira a ter suas peças na luxuosa Harrod’s, em Londres. “O momento é o resultado de muito trabalho e não posso poupar esforços”, diz. Ainda neste mês, Patrícia vai dar mais um passo rumo ao topo: lança a Pat Bo, marca focada em moda mais casual. Por trás desse sucesso está a modelagem primorosa e, principalmente, o trabalho das bordadeiras de Uberlândia tão importante que Patrícia até abriu uma escola de bordado gratuita para profissionalizar essa mão de obra cada vez mais escassa, que se tornou a marca registrada de suas peças e faz brilhar os olhos de suas clientes mais fiéis.

Últimas notícias

Comentários