Hora de recauchutar

por Blima Bracher 09/04/2012 10:54

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Geraldo Goulart, Eugênio Gurgel e Paulo Márcio
None (foto: Geraldo Goulart, Eugênio Gurgel e Paulo Márcio)

Este ano, o estudante Bernardo Torres, de 20 anos, resolveu dar um chute na preguiça. Além do tradicional treino de musculação, incluiu na rotina de atividades uma novidade: a Raí Training, aula lúdica que leva o futebol para dentro das salas de ginástica. A metodologia foi desenvolvida para a Cia Athletica pelo ex-jogador Raí e pelo preparador físico da seleção brasileira, Carlinhos Neves. O treino promete condicionamento físico digno de atleta. “Melhorei até na pelada entre os amigos”, diz Bernardo, que frequenta a aula duas vezes por semana. Mas a atividade não é só para eles: “Os movimentos são baseados em jogos reais, distribuídos de forma didática para permitir que homens e mulheres, mesmo sem nenhuma  experiência, tenham resultado”, diz Patrícia Lobato, consultora para desenvolvimento técnico do grupo.

 

O estudante Bernardo Torres (dir.) optou por uma aula que conjuga
condicionamento físico e treino de futebol: “Melhorei até na pelada entre os amigos”
 

 

É nesta época do ano, depois dos abusos e dos quilinhos a mais que se acumularam pelos excessos cometidos nas festas e feriados, que as academias lotam. As aulas mais procuradas são as que prometem resultados rápidos e queima calórica acelerada. É o caso da aula de jumping oferecida pela academia By Japão, atividade aeróbica na qual são utilizados minitrampolins. Dá também maior tônus muscular aos membros inferiores e abdômen, aumentando a resistência cardiorrespiratória. Outro bom programa de condicionamento físico é o body attack, inspirado em modalidades esportivas como o vôlei, o tênis e a corrida, e que desenvolvem força, resistência e tônus muscular; pode ser feito na academia Pelé.

 

 

 

Para quem quer ter um resultado mais rápido, algumas clínicas já oferecem tratamentos não invasivos para queima de gorduras, que devem ser associados à malhação. Uma novidade é a criolipólise, processo por meio do qual as células de gordura são congeladas e quebradas. Desenvolvido pela Universidade de Harvard, o equipamento pode ser encontrado, por exemplo, no Centro Avançado de Estética, em BH. Ele promete reduzir até 20% da gordura localizada em uma sessão.

 

Mas nem só o acúmulo de gordura incomoda nesta época do ano.  Segundo a cirurgiã plástica Andrea Dorofeeff,  são comuns as reclamações quanto ao ressecamento, manchas e envelhecimento da pele, provocados pelo sol. Foi por isso que a professora de educação física Luciana Martins Orsini, de 49 anos, procurou a médica. “Sou daquelas pessoas que não fogem do sol; dou aulas ao ar livre, nado e faço caminhadas quase todos os dias”, diz. Com o tempo, Luciana notou que a pele estava perdendo a elasticidade e que os sinais de expressão se acentuavam. “Precisava de um tratamento que não me tirasse da rotina”, diz. A solução encontrada pela cirurgiã plástica foi associar tratamentos: peeling superficial, radiofrequência e laser de baixa frequência. Eles promovem a retração da pele, diminuindo as linhas de expressão e melhorando o tônus. “Meu rosto ficou mais viçoso, mais iluminado, como se tivesse sido ligeiramente levantado”, diz Luciana.

 

A professora Luciana Orsini conjugou peeling, radiofrequência e laser de baixa
frequência, com a cirurgiã plástica Andrea Dorofeeff: “Meu rosto ficou mais viçoso,
como se tivesse sido ligeiramente levantado”
 

 

Para quem já apresenta envelhecimento mais intenso provocado pelo sol, com rugas e perda da elasticidade, a indicação é o laser de CO2. Já a terapia fotodinâmica é para lesões que são pré-cancerígenas. “Quando o problema são  manchas na face ou mãos, ou acentuação das olheiras, a luz intensa pulsada e o laser de baixa potência são de grande auxílio”, diz  Andrea. A médica também trabalha com uma nova técnica indicada para o rejuvenescimento da face, pescoço, colo e mãos. "A novidade é o tratamento com aplicação de células-tronco, que leva a uma significativa regeneração da pele”, diz. Para pacientes em que a flacidez facial já é mais evidente, a escolha é um lifting realizado por meio de videoendoscopia.

 

E se a preguiça persistir, vale optar por uma imersão em spas. Alguns oferecem pacotes de apenas um dia ou mais, de acordo com a disponibilidade da paciente. No One Day, é possível iniciar uma dexintoxicação, com o tratamento Detox; a pessoa passa o dia à base de alimentação leve e terapias como gommage, ritual de esfoliação corporal para se livrar das células mortas;  fangotermal, terapia realizada com argila verde; drenagem corporal e facial; massagem Ayurvédica, de origem indiana, que promove a ativação da circulação; Garshana, um estímulo de pele realizado com escovas de cerdas naturais; e a  Abhyanga, massagem profunda em que são utilizados óleos ou argilas. O dia inclui rejuvenescimento da pele com peeling de cristais e hidratação facial; tratamentos para celulite, flacidez e gordura  localizada, manicure, pedicure e limpeza profunda dos cabelos, seguida de hidratação capilar e escova. Para finalizar o dia, a cliente leva de brinde para casa um par de kinoki, adesivo que deve ser colado nos pés durante a noite para promover a desintoxicação. Quem dispõe de um final de semana inteiro pode optar pelo programa Recupere-se, do Espaço Águas Claras, que se inicia em uma sexta-feira e vai até domingo. Neste período, o paciente tem consulta nutricional, atividades físicas em piscina e ao ar livre, circuitos diversos de ginástica, yoga, banhos terapêuticos e estéticos, drenagem linfática, massagens, esfoliação, hidratação capilar, revitalização facial e escova.

 

 

Últimas notícias

Comentários