Pegando fogo

por Daniela Costa 16/05/2012 14:19

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Leo Araújo
A estudante Luciana Andrada mudou radicalmente: "Apostei no vermelho cobre e meu namorado adorou" (foto: Leo Araújo)

As morenas e as loiras que se segurem, porque as cores que prometem abalar a próxima estação são mesmo as mais vibrantes, em tons de cobre e vermelho. Isto porque no outono-inverno, a tendência são madeixas com nuances quentes que vêm com tudo para contrastar com o frio característico do período.

 

E o que não faltam são celebridades para servir de inspiração.  Muitas já se renderam ao poder dos pigmentos vermelhos e esbanjam sensualidade. As mais ousadas, como as cantoras Rihanna e Demi Lovato, apostaram no bordô e vermelho intenso. As mais discretas optaram pelo castanho avermelhado do tom cherry coke que fez a cabeça de atrizes como Jessica Biel e Penélope Cruz. Já a atriz Scarlett Johansson está arrancando suspiros no filme Os Vingadores com o seu look ruivo que vem conquistando adeptas no Brasil.

 

“O ruivo da atriz  global Mariana Ruy Barbosa também virou febre e é  uma das grandes promessas para a próxima estação”, afirma Marília Coutinho, cabeleireira da Clip Assessoria de Imagem. Mas para não cair na mesmice, a dica é abusar de nuances em tons violeta, acaju e acobreado. “Vale até ousar mais, usando algumas mechas em tons azuis. O importante é ter estilo”, orienta o hairstylist Charbel Chelala da Charbel Visage.

 

A personal stylist Cecília Dutra gosta do cobre: “Quem quer ser ruiva precisa ter personalidade”
 

 

Outra tendência apontada em feiras de beleza são as pontas mais claras com raízes escuras.  Assim como o cabelo 3D, que traz um mix de reflexos ruivos, acobreados e vermelhos em mechas sobrepostas. A modelo Thais Lopes Carias, 19 anos, apostou na novidade. “Há cerca de um mês mudei do castanho escuro para uma mistura do cherry coke em tons sobrepostos. Acho que fiquei muito mais fashion”.

 

Antecipando a moda, há cinco anos a estilista Camila Faria, 27 anos, também modernizou o visual mudando a cor dos cabelos. Para isso, escolheu um tom que valorizou sua fisionomia. “Como sou muito branquinha, optei pelo louro cobre ao invés do castanho claro que usava. A troca realçou a cor da minha pele e dos meus olhos”, diz. Para que a mudança seja um sucesso, o segredo é acertar na escolha da cor, que deve sempre contrastar com o tom da pele. As negras e morenas combinam com variações escuras e achocolatadas, que fogem do acobreado. Já as peles brancas e rosadas são perfeitas para os vermelhos e tons alaranjados.

 

A modelo Thais Lopes Carias apostou no cherry coke (castanho avermelhado), em 3D: “Meu visual ficou muito mais fashion”
 

 

Se a intenção for uniformizar a cor, a mudança deve ser feita gradativamente. “Em qualquer situação é importante orientar as clientes sobre todos os prós e contras da troca de tonalidade”, explica Flavia Menicucci, hairstylist do Jacques Janine. Atenta a todos os detalhes, a estudante de design Luciana Andrada, 23 anos, se inspirou na personagem Mary Jane, do filme Homem Aranha, e mudou radicalmente do castanho claro para o vermelho cobre. “Esta cor me deixou muito mais atraente. O meu namorado até brinca, dizendo para eu não deixar de ser ruiva nunca mais”, conta ela.

 

O tamanho do cabelo não interfere na escolha da cor. Os longos são clássicos e atemporais, perfeitos para mechas coloridas. Já os curtos ganham um ar de modernidade, ideais para toques de cores exóticas.  Seja qual for o look escolhido, o que vale mesmo é ter personalidade, quesito que mulheres como a personal stylist Cecília Dutra, 26 anos, têm de sobra. Na adolescência foi do louro escuro para o vermelho intenso, e novamente para o louro.  No ano passado, optou pelos tons terra. “Decidi ficar ruiva e confesso que estou adorando. Todo mundo presta atenção, e por isso sempre digo que quem usa o cabelo nesta cor tem de ter atitude”.

 

A estilista Camila Faria trocou o castanho claro pelo louro cobre: “Realçou a cor da minha pele e dos meus olhos”
 

 

Estar preparada para os cuidados que as cores vibrantes exigem e os gastos que requerem também é fundamental. Para evitar o desbotamento da tintura e garantir mais durabilidade, alguns cuidados são fundamentais (veja quadro) "As tonalidades mais pigmentadas precisam ter aspecto saudável”, explica a cabeleireira Fernanda Ribeiro, da Tif´s Cabeleireiros. Mas é bom lembrar que para valorizar as madeixas, além de uma bela cor, um cabelo bonito requer também um corte à altura. Casadinha perfeita para se ter um visual impecável.

 

 

Últimas notícias

Comentários