Nome polêmico

por Fábio Doyle 18/05/2012 11:39

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
None (foto: Divulgação)

Causa polêmica no Brasil o nome Viaggio, escolhido pela Fiat para a versão do Dodge Dart que levará o emblema da marca italiana. O carro foi apresentado há alguns dias na Feira de Pequim (China), onde será produzido e vendido a partir de outubro com o nome Fei Xiang (que quer dizer 'voando'). O carro é um projeto global e deverá ser fabricado no Brasil. É um sedã, como o Linea, só que um pouco maior. Quanto à dúvida se o nome Viaggio (foto) é adequado ao nosso mercado, basta ouvi-lo (pronuncia-se 'viadio'), para saber por quê. Depois de Besta, Chana e Picanto, no entanto, tudo é possível!

 

 

 

Carro Mundial das Mulheres

 

O Range Rover Evoque foi o vencedor do prêmio “Women’s World Car of the Year 2012” e líder no ranking da categoria de veículos de luxo entre as clientes mulheres (na foto, Victoria Beckham com Gerry McGovern, CEO da Land Rover na China). A premiação é dada por um corpo de juradas formado por 17 jornalistas especializadas em automóveis. Os veículos concorrentes foram analisados sob critérios prioritários para uma mulher na hora da compra, a saber: segurança, capacidade de carga, adaptação para crianças, eficiência ambiental, relação custo/benefício, além de aspectos como estética e design.

 

 

 

Foguete de bolso

 

Pocket rocket: é como a Audi se refere ao A1 quattro (foto), que será vendido no Brasil no início do segundo semestre ao preço estimado de R$ 165 mil. O valor oficial ainda não está definido. Com edição limitada a 333 unidades, o compacto premium alemão combina um motor potente a uma carroceria pequena e leve, com aceleração de 0 a 100km/hora em apenas 5,7 segundos, e velocidade máxima de 245 km/hora. O propulsor 2.0 TFSI produz 256 cv de potência e 350 Nm de torque A tração é integral permanente.

 

 

 

Fugindo da monotonia

 

Enfrentando seu inferno astral depois do tsunami japonês do ano passado, a Toyota toma atitudes para recuperar sua posição no mundo. Na Europa, onde foi ultrapassada em vendas pela Volkswagen no ano passado, a montadora japonesa anunciou sua estratégia. Vai lançar o Yaris híbrido, o primeiro subcompacto híbrido da Europa; lança o esportivo cupê GT 86 (foto), para dar uma chacoalhada na imagem; e vai colocar motores diesel com tecnologia BMW em seus carros. As vendas da Toyota na Europa caíram 41% desde 2007. Ao ganhar mercado no Velho Continente, o objetivo da Toyota é interromper a marcha da VW, que poderá transformar o grupo alemão no maior fabricante de carros do mundo, ultrapassando a General Motors. O lançamento do GT 86 pretende desafiar o VW Scirocco e o Peugeot TCZ e, com isso, tornar menos “monótona” a imagem da marca japonesa.

 

 

 

Nova geração 911 já chegou

 

A Stuttgart Sportcar, importadora oficial da Porsche no Brasil, iniciou as vendas do novo Porsche 911 Carrera S. A nova geração do esportivo foi atualizada em estilo e traz motores mais potentes. O marco especial desta nova geração para o mercado brasileiro é que, pela primeira vez em uma renovação do modelo, são oferecidas simultaneamente as versões cupê e Cabriolet. Os preços são, respectivamente, R$ 639 mil e R$ 699 mil. O novo Porsche 911 Carrera S (foto) tem motor de 3,8 litros com 400 cv de potência. Equipado com câmbio automatizado PDK de sete marchas, pode chegar a 302 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos (unidades com pacote Sport Plus). Para o Cabriolet, esses números são de 299 km/h em 4,3 segundos. Por falar em Porsche, a marca comemora 60 anos da criação do primeiro Porsche Club com uma exposição especial no museu que mantém em Stuttgart (Alemanha), que vai de 26 de maio a 26 de agosto. O primeiro clube foi criado em 26 de maio de 1952 em Hohensyburg, na Westphalia. Hoje, são 640 clubes oficialmente reconhecidos, com aproximadamente 181 mil membros de mais de 75 países.

 

 

Últimas notícias

Comentários