Tradição e generosidade

por Eduardo Avelar 28/08/2012 15:10

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Emmanuel Pinheiro
Biscoito de queijo da Vó Maura: receita tradicional da fazenda Pedro Gontijo, em Bom Despacho (foto: Emmanuel Pinheiro)

Alguns dos adjetivos que podem identificar as características e os principais temperos dessa grande cozinha chamada Minas Gerais são tradição e generosidade. Não fossem as diversas interferências regionais mais marcantes em relação ao clima, vegetação, tipo de solo e outras referentes aos biomas locais sobre os produtos e suas receitas, esses fatores culturais tão bem incorporados ao povo mineiro certamente poderiam ser os principais elementos de definição do nosso terroir.

 

Também exaltada por sua vocação no setor de laticínios, Minas apresenta algumas regiões bem diferenciadas. É o caso da bacia leiteira do centro-oeste, onde se destaca a cidade de Bom Despacho, e em especial a fazenda Pedro Gontijo, uma das maiores produtoras de leite do país, de propriedade do avô de nossa convidada de hoje, que vai contar para os segredos de sua receita especial.

 

Mariana Gontijo, profissional do mercado financeiro, mesmo lidando em um ambiente tão diferente, não se esquece jamais de suas raízes, e seus olhos brilham quando fala dos encontros na casa da avó,  Dona Maura. “É uma grande festa quando a família toda se reúne na fazenda, especialmente nos cafés da manhã. Isso acontece pelo menos três vezes ao ano.” Sua história me fez viajar nas minhas lembranças de infância e, acredito, remete à história de muitos outros mineiros. Especialmente quando a Mari fala com emoção sobre a alegria daquela festa logo cedo, em torno da enorme mesa repleta de deliciosos quitutes e quitandas, preparados à base do “leite produzido bem ali, do lado de fora da janela”. As duas lembranças mais marcantes e que contam parte importante de sua relação com as cozinhas são a receita do inigualável biscoito de queijo da Vó Maura, quentinho e perfumado, saindo do forno do casarão, e as reuniões anuais promovidas na fazenda, com 250 crianças carentes da cidade de Bom Despacho, quando elas são recebidas para uma grande festa com direito a brincadeiras, presentes e, é claro, docinhos, pés de moleque e outras gostosuras infantis.

 

A receita do biscoito de queijo leva 1 kg de polvilho doce, 50 g de queijo curado e ralado, 1 copo de leite, 1 copo de óleo, 250 g de nata de leite (não tendo nata, utilizar manteiga), sal a gosto e ovos até dar o ponto (em torno de 12 unidades). Deve-se misturar o polvilho doce com o leite, o óleo, a nata e o sal. Depois, colocar o queijo e amassar bem. Colocar os ovos um a um até o ponto e continuar amassando. Enrolar grosso. Assar em forno muito quente (elétrico), e quando o biscoito crescer, diminuir o calor. O segredo está na escolha de um bom polvilho, uso da nata de leite, ovos caipira e forno muito quente. Deguste o biscoito com um café feito na hora.

 

Aproveitem mais essa receita especial de biscoito de queijo.

 

Saudações gastronômicas!

Últimas notícias

Comentários