Espresso disputado

por Marina Dias 31/08/2012 13:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Edy Fernandes
None (foto: Edy Fernandes)

Mal foi inaugurada e a primeira butique da Nespresso em Belo Horizonte, marca que pertence à suíça Nestlé, está gerando burburinho. A loja, que abriu as portas no final de julho, no BH Shopping,  ficou cheia  já no primeiro fim de semana de funcionamento, com filas dos interessados no café gourmet e nos produtos da marca suíça. “O interesse na novidade é grande, tanto de pessoas que já conhecem a Nespresso e estavam esperando a butique quanto de quem ainda não é cliente e tem curiosidade”, diz Renato Tavares, gerente de marketing do shopping.

 

Localizada no quarto andar do centro de compras, a loja é a 11ª no Brasil (as outras são em São Paulo, Campinas, Brasília e Rio de Janeiro) e a primeira do país a ter o novo layout de butiques da marca, assinado pelo designer italiano Aldo Parissot. A parede colorida expõe 71.900 exemplares das 16 variedades permanentes dos Grands Crus Nespresso (blends do café que são armazenados em cápsulas de alumínio). Além do café, a loja também vende as quatro linhas de máquinas especiais da marca – nas quais o espresso é feito em porções individuais – e diferentes acessórios para o café gourmet, como xícaras de cerâmica banhadas a ouro e equipamentos para esquentar e fazer espuma de leite.

 

“Estamos dando continuidade ao projeto de expansão da marca, e Minas Gerais, que é o polo do café, não podia ficar de fora”, diz a gerente de relações públicas Christiane Nunes. “Ficamos positivamente impressionados pelo movimento que a loja tem gerado e, sabendo que é um público exigente, pretendemos superar as expectativas.” A executiva explica que o conceito da loja se baseia em uma tríade: cafés, máquinas e serviços, sendo o último um dos grandes diferenciais que a marca quer explorar. “Nossa proposta é de que o amante do café gourmet possa tomá-lo em casa, de forma prática, higiênica e rápida, mas, principalmente, com qualidade.”

 

Os funcionários foram treinados para explicar aos iniciantes as curiosidades sobre café – qualidades, variedades, origens – e sobre a Nespresso e, para os já entendidos do assunto, apresentar novidades, oferecer outros sabores, além de sugerir harmonizações. Uma  facilidade é o cadastro no Nespresso Club, para registrar as preferências de clientes em um banco de dados que os atendentes podem acessar. “Se sabemos que a pessoa compra muito as variedades mais intensas, por exemplo, podemos indicar uma nova opção ou pensar em composições de cardápios para aquele sabor”, afirma Christiane.

 

Em Belo Horizonte, as máquinas Nespresso já eram vendidas em outras lojas, mas, com a abertura do espaço, a expectativa da marca é quadruplicar a venda do equipamento no mercado mineiro nos próximos seis meses, segundo o gerente nacional de butiques Eduardo Almiral. O preço das máquinas varia entre R$ 395 e R$ 1.275, e os estojos com dez cápsulas custam de R$ 19 a R$ 30.

 

“A escolha do local também foi estratégica. O BH Shopping é um ponto de mais capilaridade quando se pensa no público de Minas Gerais, já que pessoas de cidades vizinhas não precisam ir até o centro de Belo Horizonte para chegar até a loja. Além disso, o público deste centro de compras tem a ver com a proposta da nossa marca”, diz Eduardo.

Últimas notícias

Comentários