Elas não perdem uma

por Daniela Costa 13/09/2012 14:12

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Léo Araújo, Samuel Gê, Eugênio Gurgel
A relações públicas Letícia Marinho, com o filho Pedro, está em ritmo de aquecimento (foto: Léo Araújo, Samuel Gê, Eugênio Gurgel)

Entre o trabalho, os afazeres domésticos e os cuidados com o filho Pedro, de 7 anos, a relações públicas Letícia Marinho, 32, incluiu outra atividade indispensável em sua agenda: a corrida. Praticante de esportes desde pequena, após sua gravidez caiu no sedentarismo e só depois que descobriu o chamado ‘‘barato da corrida’’ é que deu a volta por cima e se livrou até do cigarro. “A sensação de bem-estar é muito grande. Diminuí o estresse e melhorei muito minha qualidade de vida”, diz. Sua decisão de voltar às pistas coincidiu com a primeira edição da corrida Encontro Delas/Circuito Molico, no primeiro semestre de 2010. Veio a calhar. “Saber que teria uma corrida exclusiva para as mulheres, com percurso menor, trajeto diferenciado e ótima localização, fez toda a diferença”, diz Letícia. Ela não perde uma edição e, juntamente com o filho, que sempre a acompanha, já se prepara para o próximo desafio. “Estou em ritmo de aquecimento e o Pedro também. Enquanto participo da prova, ele sempre me espera se divertindo no espaço kids.”

 

No auge de seus 88 anos, Dona Ordália de Oliveira marca presença em todas as edições da corrida: “Saúde é o que não me falta e estou pronta para encarar mais uma prova”
 
 

Em seu terceiro ano de realização, e na sexta edição, a corrida Encontro Delas passou a integrar o calendário oficial de corridas de rua da Federação Mineira de Atletismo. Além de ter público cativo, o número de novas participantes cresce a cada corrida, o que explica os recordes de lotação. Na última edição, participaram mais de 1,5 mil atletas. “Buscamos sempre superar as expectativas e trazer o que há de melhor para o nosso público”, diz Nicole Fischer, gerente de Marketing da Encontro e uma das organizadoras do evento. “Para isso, investimos em grandes parcerias.” O resultado do trabalho poderá ser conferido nos próximos dias 29 e 30 de setembro. As participantes poderão se preparar com massagens relaxantes, aulas de ginástica, customização de camisetas, entre outros cuidados.

 

Para a estudante Isadora Montoanely Bichara, correr é uma válvula de escape: “Nada melhor para afastar o estresse do dia a dia”
 
 

O trajeto de 6 km nem de longe assusta uma das mais ilustres participantes, a dona de casa Ordália de Oliveira Gomes, 88 anos. Entre suas atividades preferidas com certeza não está o crochê. Dona Ordália gosta mesmo é da adrenalina que sente quando pratica esporte. Por isso, é comum vê-la caminhando e correndo pela orla da Lagoa da Pampulha, região onde mora. Além disso, também pratica natação e faz academia. E, é claro, não perde nenhuma corrida Encontro Delas. “Saúde é o que não me falta. Tanto que eu é que incentivo minha família a se exercitar. Agora, já estou me preparando para a próxima prova”, conta, orgulhosa. E revela um segredinho: “Como só mulheres podem correr, eu vou no meio delas, mas o meu personal me acompanha correndo pela calçada. Acho uma graça”.

 

 
 

Reunindo gerações, a corrida Encontro Delas segue provando que, para praticar esporte, basta querer. “Correr significa relaxar e esquecer a pressão do dia a dia. É uma válvula de escape”, confessa a estudante Isadora Montoanely Bichara, 18 anos, que também é corredora assídua. Ela está se preparando para o vestibular, mas nem assim vai deixar de correr. E se você também quer encarar a vida de forma mais saudável, está na hora de garantir a sua inscrição e entrar para o time da corrida mais charmosa de BH.

Últimas notícias

Comentários