Orientais entram na briga

por Fábio Doyle 09/10/2012 11:03

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
None (foto: Divulgação)

A coreana Hyundai, conhecida pela agressividade com que conquista os mercados, começa a vender o seu primeiro carro fabricado no Brasil, na recém-inaugurada unidade industrial de Piracicaba (SP). É o compacto HB20, que antes mesmo de chegar às lojas parece ter conquistado a simpatia do consumidor apenas pelas imagens mostradas na campanha publicitária, que destaca seu design moderno e diferenciado. A segunda novidade é o compacto Etios, um produto da Toyota fabricado em Sorocaba (SP). Sem o exotismo do HB20, o Etios tem design conservador, acabamento mais espartano, um curioso e de duvidosa aceitação conjunto de instrumentos no centro do painel – para conferir os instrumentos, o motorista precisa desviar o olhar.

 

Entre nacionais básicos como o Fiat Uno, VW Gol e Fiat Palio, e importados menos e mais sofisticados, o mercado de compactos no Brasil oferece 46 modelos (entre hatches e sedã), representando mensalmente mais de 70% das vendas totais de automóveis. O líder é o VW Gol, que em agosto emplacou quase 33 mil unidades, seguido pelo Fiat Uno e pelo Palio. A chegada desses dois orientais promete dar uma reviravolta no quadro. Volkswagen e Fiat, os principais alvos, têm a seu favor sua capacidade de produção superior e uma rede de distribuidores e assistência técnica estruturada e consolidada.

 

 
 

O HB20 chega como o mais moderno e completo, tem a mais completa relação de itens de série desde a versão de entrada, preço competitivo e garantia de cinco anos. Como ponto negativo, fica a capacidade de produção, limitada a 150 mil, que não será totalmente destinada ao HB20. Os planos são de 90 mil unidades por ano para o compacto e o restante a ser distribuído entre um sedã e um SUV que serão lançados no ano que vem. Por outro lado, a Hyundai ainda não conseguiu explicar com clareza como fica a rede que vai atender em vendas e pós-vendas o HB20. Airton Cousseau, diretor executivo da marca no país, disse que a rede já conta com 120 pontos de vendas independentes da atual, que comercializa os importados da marca sob o comando do grupo Caoa.

 

A ideia é ter uma rede separada própria para os carros nacionais. Os importados continuariam com o grupo Caoa, mas a assistência técnica e pós-vendas poderão ser feitas em toda a rede. É uma solução complicada, que cria a marca HMB (Hyundai Motor Brasil) para os carros nacionais e mantém a HMC (Hyundai Motor Corporation) para os importados. Nos bastidores, sabe-se que isso é o sinal de que a Hyundai deu início ao plano de caminhar no Brasil pelas próprias pernas.

 

O HB20 passa a ser vendido a partir do dia 10, com preço de entrada de R$ 31.995 e equipado com ar-condicionado, direção hidráulica, airbag duplo, entre outros. Sob o capô da versão de entrada está o motor 1.0 de 80 cv de potência, que equipa também o Picanto, da Kia. O compacto da Hyundai inicialmente será comercializado apenas no Brasil, como explicou Casey Hyum, responsável pelo design dos automóveis Hyundai. Para os que querem mais potência de luxo, o HB20 será também oferecido com motor 1.6, com potência de 128 cv que, em sua versão mais sofisticada, a Premium com câmbio automático, custará R$ 47.995.

 

Airton Cousseau, diretor executivo da Hyundai: rede conta com 120 pontos de vendas independentes do atual, que comercializa os importados
 
 

O Etios da Toyota já deve ter chegado às lojas, ofertado nas versões hatchback e sedã com duas motorizações, de 1.3L (84 cv) e 1.5L (92 cv), ambas com 16 válvulas e câmbio manual de cinco marchas. Com preços que começam em R$ 29.990 e chegam a R$ 42.790, o plano da Toyota é vender 70 mil unidades do compacto por ano.

 

O hatchback será comercializado em quatro versões, denominadas Etios, Etios X (com ar-condicionado opcional), Etios XS e Etios XLS. Na versão de entrada, o modelo tem motorização 1.3L e vem equipado com airbags frontais. Já o sedã será comercializado em três versões, todas elas com motorização 1.5L, denominadas Etios X (com ar-condicionado como opcional), Etios XS e Etios XLS.

Últimas notícias

Comentários