Verão sem medo

por Daniela Costa 10/10/2012 11:44

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Roberto Rocha, Divulgação
Regiane Reis e a esteticista Kellen Rezende: “Além dos cuidados diários, faço limpeza regular (foto: Roberto Rocha, Divulgação)

Ter a pele bonita o ano inteiro não é uma questão apenas de estética, mas também de saúde. Especialmente quando se trata do verão, época mais ensolarada do ano, marcada por dias longos e muito quentes, ideais para curtir aquela piscina ou dar aquele mergulho nas águas do mar. Mas, antes de se entregar às aventuras que a estação permite, lembre-se de que sua aparência e bem-estar dependem dos cuidados que você dispensa à sua pele, ainda mais em regiões como a facial, que sofrem diariamente os efeitos das agressões climáticas.

 

As alterações mais comuns na pele do rosto em consequência do calor são as temíveis manchas e micoses de pele, além do perigo do câncer. “Morando em um país tropical como o Brasil, os cuidados com o rosto devem ser redobrados no verão, respeitando sempre o tipo e cor de pele, além da atividade profissional que se exerce”, explica a dermatologista Maria Sílvia Laborne.

 

Isto porque o envelhecimento precoce da pele está diretamente ligado à exposição ao sol sem proteção, comum em algumas profissões. Uma regra muito conhecida, mas nem sempre utilizada, é a de que para cada tipo de pele existe um produto específico. Muitas vezes, mesmo pagando caro, o resultado obtido pode não ser satisfatório, por um simples motivo: você está utilizando o cosmético errado.

 

 
 

Para Aline Araújo, cosmetóloga da Adcos, “o primeiro passo para cuidar da sua pele é saber o tipo dela”. Em todos os casos, uma rotina deve ser mantida: pela manhã e à noite é preciso higienizar o rosto com sabonete adequado, aplicar loção adstringente e usar creme hidratante. “Hoje, aprendi a controlar a oleosidade da minha pele e, além dos cuidados diários, faço limpeza periodicamente”, diz a vendedora Regiane Reis, 22 anos.

 

Vale lembrar que de nada adianta investir em serviços e produtos específicos para o rosto se duas medidas básicas não forem adotadas. Uma delas é a ingestão constante de água, pois sem ela o hidratante não desempenha sua função ideal no organismo. A outra é o uso do protetor solar, que, para estar em plena atividade, deve ser reaplicado a cada três horas. Em ambientes fechados onde a exposição à luz artificial é constante, a proteção deve ser feita com filtro solar tonalizante, pois a pigmentação da cor inibe a incidência nociva gerada por lâmpadas fluorescentes e telas de computador.

Últimas notícias

Comentários