Cadê o guarda?

por Rafael Campos - Revista do Correio 10/12/2012 10:18

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Júnia Garrido; Eugênio Gurgel
None (foto: Júnia Garrido; Eugênio Gurgel)

Eles estão espalhados pela cidade nas principais avenidas e ruas, mas e os policiais? Percorremos os seguintes Postos de Observação e Vigilância da Polícia Militar (POV) no hipercentro e região Centro-Sul: entre a rua Tamoios e avenida Amazonas; Tupis com Rio de Janeiro; praça Sete; avenida Nossa Senhora do Carmo, no Sion; e entre a avenida Álvares Cabral com rua São Paulo, no Lourdes – que, inclusive, foi desativado. “Este tipo de estratégia tornou-se inviável, pois engessa o policiamento, que precisa ter mobilidade”, diz o major Carlos Alves, comandante da 4ª Companhia da PM, que atende parte do Centro, Savassi e Lourdes. Segundo ele, o POV desativado será recolhido e reformado para, se for o caso, retornar à ativa.

 

 
 

Teste de paciência

 

As aguardadas férias escolares estão aí, mas se você pretende aproveitar o fim do ano para viajar com a criançada deve ficar atento ao relógio. Trocando em miúdos: se o seu destino é o aeroporto de Confins, na Grande BH, saia de casa mais cedo, pois na avenida Cristiano Machado, mais especificamente em frente ao shopping Estação BH, em Venda Nova, o trânsito pode agarrar. Normalmente, o motorista enfrenta engarrafamentos no trecho. Tudo porque o corredor de trânsito que possui três faixas cai para duas, devido a um enorme canteiro central. Aí, o funil está armado. Então, o que resta é ter paciência. Boa viagem!

 

 
 

Parabéns!

 

É na Vetusta Casa de Afonso Pena que estão sendo comemorados os 120 anos da Faculdade de Direito da UFMG. Não entendeu? O nome se refere ao carinhoso apelido que estudantes e professores deram aos prédios da praça Afonso Arinos, bem no centro de Belo Horizonte, onde o curso é ministrado desde 1901. A iniciativa é uma justa homenagem ao ex-presidente do Brasil e ex-governador do estado Afonso Pena, um dos homens que ajudaram a fundar a escola ainda na histórica Ouro Preto. Existe a ideia de transferir a faculdade para o campus da universidade na Pampulha, mas o projeto, que divide opiniões, não tem data para sair do papel.

 

 
 

Boa notícia

 

O antigo Cine Santa Tereza, inaugurado em 1944, terá enfim uma destinação. O prédio de estilo art-déco, localizado na praça Duque de Caxias, será transformado em centro cultural. Segundo a Fundação Municipal de Cultura, a ordem de serviço já foi dada, mas as obras que terão o custo de R$ 2 milhões só devem começar no próximo ano. No primeiro andar haverá sala multimeios, biblioteca e cafeteria. Já o cinema vai funcionar no segundo pavimento. Sem dúvida, é uma ótima notícia para os moradores e frequentadores do bairro Santa Tereza, conhecido por sua atmosfera boêmia e cultural.
 

Últimas notícias

Comentários