Garras poderosas

por Blima Bracher 13/12/2012 06:09

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Geraldo Goulart
A executiva Karoline Campos, que tem mais de 40 cores importadas (foto: Geraldo Goulart)

Basta a temporada de desfiles das grandes grifes do mundo invadir o noticiário e os blogs para as tendências cruzarem o oceano e desembararem no Brasil. Ainda mais ao se tratar de esmaltes – afinal, a brasileira adora afiar as garras e “não abre mão de um novo tom a cada semana”, diz a manicure Raquel Neres, do Chez Vous Coiffure.

 

Vale tudo para inspirar as coleções: a Givenchy aposta nos tons de azul e verde, do clássico filme Lagoa Azul; já a Chanel buscou nos filmes de Hitchcock sua cartela de cores; e a Dolce & Gabbana lançou Candy Colors, linha inspirada em cores de balas. Aliás, os tons pastéis e coloridos dos doces infantis são a grande aposta do verão. Invista nos esmaltes rosa, tangerina e nos tons de amarelo. Outra tendência são os azuis que lembram praias paradisíacas, além do cinza mais clarinho, como areia. Também continuam em alta o nude e os metálicos.

 

Muitas marcas nacionais buscam inspiração nas coleções de fora, e quem quiser se antecipar pode comprar os gringos em viagens, sites ou importadoras. Quem não perde uma oportunidade é a executiva Karoline Campos Corrêa: “Sempre que  viajo para o exterior, gosto de comprar novidades que normalmente demoram de seis meses a um ano para chegar aqui”, diz. E ela faz questão de contar: tem coleção de cerca de 40 esmaltes.

 

Apesar do preço de um simples vidrinho desse produto para pintar as unhas – até 30 vezes maior do que o das marcas nacionais –, as adeptas acham que vale a pena: “Eles têm durabilidade superior e cores mais vibrantes e vivas. Outro ponto é a textura, que é excelente. A grande maioria dos esmaltes vem com um aplicador diferente, para tornar a pintura mais uniforme”, diz Karoline.

 

Priscila da Silveira com a manicure Raquel Neres: “Alguns esmaltes importados duram até 10 dias e têm cheiro de frutas”
 
 

Quem é especialista no assunto atesta a qualidade: Raquel Neres, manicure há 12 anos, diz que 90% de suas clientes usam: “Investir nos importados vale a pena. O verniz demora mais para lascar nas pontas. As bases são vitaminadas e fortalecem as unhas, deixando-as mais lisas, o que torna a cor mais durável”. A engenheira Priscilla Juliana da Silveira conta que, além da longa duração, aposta em outros diferenciais dos gringos: “Alguns têm cheiro de chiclete, de morango, de melancia e outras frutas. Se minha unha for benfeita, chega a ficar bonita por até 10 dias, sem precisar de retoques”. Karoline também nota diferenças: “Eles realmente cumprem o que prometem. Por exemplo, os da Sally Hansen, de fortalecimento e crescimento, deixam as unhas maiores em menos tempo que o normal”.

 

A dificuldade pode ser na hora de encontrar as novidades no Brasil. Elas geralmente chegam antes em São Paulo, que já tem a loja Sephora. Quem não viaja para o exterior (e não tem como fazer uma encomenda) pode apostar nos sites de compras. “Tem o da Sephora e alguns que não cobram frete, como E-bay e Amazon”, diz Karoline Campos. Algumas importadoras, farmácias e lojas de cosméticos já têm boas opções nas prateleiras.

 

Além das cores, alguns acessórios comprados lá fora também fazem a cabeça das brasileiras. Apesar de as marcas nacionais já produzirem adesivos e texturas como as craqueladas, algumas tendências, como o esmalte magnético, só agora estão chegando aqui. São cores com pigmentos magnéticos que, em contato com um ímã que vem no aplicador, formam desenhos exclusivos.

 

Se você curte ter as garras afiadas, deve ficar de olho nas últimas novidades do mercado internacional. Uma dica dos especialistas no assunto muito em voga no momento é optar por uma cor clarinha nas mãos e uma escura nos pés, ou vice-versa. Apesar das tendências, chique mesmo é combinar o esmalte com a sua personalidade.

 

 

Últimas notícias

Comentários