Valeu a pena!

por Rafael Campos - Revista do Correio 14/02/2013 10:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Eugênio Gurgel, Nereu Júnior,
None (foto: Eugênio Gurgel, Nereu Júnior, )

Os tempos de drive-in acabaram e não deixaram saudades. Depois de reformado, o Mirante do Mangabeiras, na região Centro-Sul, voltou a receber famílias para admirar o horizonte da cidade. Os decks de madeira deram mais conforto para a contemplação. Carros não entram, exceto trazendo idosos e portadores de necessidades especiais. “A paisagem é fantástica, mas poderia ter mais bebedouros. Só encontrei um na portaria”, diz o técnico em enfermagem Marcos Santos da Silva, de 29 anos, que visitou o mirante pela primeira vez. Segundo a Fundação de Parques e Jardins da prefeitura, que administra o local, não existe projeto de instalação de mais bebedouros, mas o certo é que o mirante mudou – e  para melhor!

 

 
 

Numa escuridão só

 

É assim que pedestres e motoristas se sentem ao passar pela avenida Cristóvão Colombo, entre a rua Santa Rita Durão e a avenida Brasil, no Funcionários, na região Centro-Sul. Apesar da proximidade com os palácios da Liberdade e Cristo Rei, da Arquidiocese, o trecho à noite é quase um breu. A Cemig informa que, junto à Vale – empresa responsável por cuidar da praça da Liberdade – e o governo do estado, está avaliando projetos de melhoria da iluminação no local. Contudo, tais projetos se tornam complexos, pois alguns equipamentos são definidos como patrimônio público, “que não são de uso comum e têm responsabilidades distintas”.

 

 
 

Rivalidade nas alturas

 

O Acaiaca (120 m de altura), na avenida Afonso Pena, o edifício comercial mais alto de BH, vai ganhar um concorrente quase à altura. O rival terá 110,73 m e 37 andares. O Savassi Tower, o maior edifício residencial da  capital, está em construção e fica na rua Santa Rita Durão, no bairro Funcionários, região Centro-Sul. O tamanho do empreendimento da Prisbel impressiona e a obra deve ser entregue em 2014. A construção de espigões está se tornando uma tendência na cidade: como já anunciado, o maior prédio da América Latina, com os seus 85 andares, deve ser erguido em Santa Tereza, na região Leste.

 

 
 

E a quebradeira continua

 

Reinaugurado no ano passado, o coração da Savassi voltou a ser invadido por tapumes e máquinas. Não se trata da execução de mais obras, pelo menos por enquanto. As intervenções na região fazem parte da série de sondagens que está sendo feita, em vários pontos da cidade, para a execução das obras do sonhado metrô. Contudo, a pergunta que fica é: não seria melhor ter aproveitado a época da reforma para fazer a sondagem? Vai entender!   

Últimas notícias

Comentários