Planos ousados

por Fábio Doyle 21/02/2013 10:22

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Maurício Vieira/Divulgação, Divulgação
None (foto: Maurício Vieira/Divulgação, Divulgação)

O Brasil já é o segundo maior mercado da Renault, ficando atrás apenas do francês, e a marca, que tem hoje 6,7% do mercado no país, trabalha para ter 8% de participação até 2016. Para atingir a meta, a Renault está ampliando sua capacidade de produção na fábrica do Paraná para 380 mil unidades anuais. As obras de ampliação ficam prontas este mês. Olivier Murguet, presidente da Renault do Brasil (na foto entre os diretores do Grupo OCP, Orlando Carlos da Silva Júnior e Luís Fernando Machado e Silva), ao inaugurar a quarta concessionária Renault de Belo Horizonte, a Minas France, lembrou que Minas Gerais é o terceiro PIB do país, mas é o segundo em vendas para o setor automotivo. Em 2012, o mercado de automóveis no Brasil cresceu 6% e a Renault, 25% na comparação com 2011. Foi a marca que mais cresceu. A Minas France, do grupo OCP, passa a operar gerando 160 empregos e, na assistência técnica, tem capacidade de 70 passagens por dia.

 

 
 

Segundo Hyundai nacional

 

Espírito de aventura é a marca do HB20X, o segundo carro fabricado pela Hyundai no Brasil, que começa a ser vendido dia 20 deste mês. Uma derivação do HB20, o novo modelo tem inspiração crossover com os para-choques dianteiro e traseiro redesenhados e vincos mais marcados. No interior, a novidade é o Áudio Hyundai BTH, com Bluetooth e comandos no volante. O acabamento dos bancos é de costura dupla e as pedaleiras são cromadas. Os itens de conforto e segurança já oferecidos no HB20 fazem parte do pacote desse lançamento. O HB20X será oferecido apenas com motor 1.6 de 16v DOHC CVVT, flex, de 128 cv, que oferece autonomia de 565 km. A garantia é de cinco anos, sem limite de quilometragem. Serão quatro versões: Style manual, Style automático, Premium manual e Premium automático, com preços de R$ 48.755, R$ 51.955, R$ 51.255 e R$ 54.455, respectivamente.

 

Golf será mexicano

 

O VW Golf será produzido no México, na fábrica de Puebla, a partir de 2014. A decisão foi anunciada pela Volkswagen no fim de janeiro, como parte do plano de crescimento de sua participação no mercado norte-americano e de se tornar o maior fabricante mundial de carros em 2018, um projeto de US$ 5 bilhões. A decisão, que inclui vendas também para a América do Sul, afeta o Brasil, onde o Golf, hoje importado da Alemanha, vindo do México, deverá chegar com preços mais competitivos.

 

Cinco estrelas para o Ford Fusion

 

O Ford Fusion 2013, em sua versão normal e híbrida, recebeu nota máxima nos testes de segurança da National Highway Safety Administration (NHTSA), agência reguladora de segurança do trânsito nos Estados Unidos, ligada ao Ministério dos Transportes. Os dois modelos foram classificados com cinco estrelas no programa NCAP (New Car Assessment Program), que avalia o desempenho do veículo em testes combinados de impacto frontal, lateral e resistência ao capotamento. O Fusion 2013 já havia recebido o título Top Safety Pick+, que indica a melhor escolha em  segurança do Insurance Institute for Highway Safety (IIHS), entidade ligada às seguradoras dos EUA.

 

 
 

Fusion dá fila

 

A nova geração do sedã grande da Ford parece ter mesmo conquistado o consumidor brasileiro. A fila de compradores está maior que a oferta. Em BH, quem quiser um vai ter de esperar pelo menos até o fim de fevereiro, segundo a Pisa Veículos. A rede se aproveita da situação para cobrar preços superiores ao sugerido (R$ 112.900), apesar da orientação da montadora de que seja praticado o preço “oficial”.

 

 
 

Volvo V40 é o mais seguro

 

Em 2012, o Euro NCAP – instituto europeu de avaliação de segurança veicular – realizou testes com 36 veículos comercializados na Europa, levando em conta quatro categorias: proteção ao adulto, à criança, ao pedestre e presença de sistemas de assistência ao motorista. Desse total, 25 obtiveram cinco estrelas. O modelo que alcançou  pontuação combinada entre todos os carros já testados pelo Euro NCAP foi o Volvo V40 (foto). Um modelo, o Isuzu D-Max (da japonesa Isuzu) ganhou quatro. Oito levaram três estrelas. E dois, o Jeep Compass e o Renault Traffic, ficaram com duas.

 

Melhores por segmento

 

Dentre os 25 que levaram cinco estrelas no EuroNCAP, a entidade apontou os melhores por segmento: Renault Clio (supercompacto); Volvo V40 (compacto familiar); Fiat 500 L (minivan); Ford B-max (minivan); Ford Kuga (off-road 4X4 pequeno); Hyundai Santa Fe (off-road 4x4 grande); BMW Série 3 (veículo grande familiar) e Ford Transit Custom (van). Entre os vice estão o Ford Fiesta, supercompacto; o Opel Mokka, veículo pequeno familiar; o V60 Volvo híbrido plug-in, veículo grande familiar; o Subaru Forester, pequeno off-road 4x4; e o Range Rover, off-road 4x4 grande.

Últimas notícias

Comentários